Você está lendo:
1ª TRF nega o habeas corpus e Eder passará a Páscoa atrás das grades

1ª TRF nega o habeas corpus e Eder passará a Páscoa atrás das grades

A desembargadora Neusa Alves, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, acaba de frustar a tentativa do ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes (PHS), de passar a Páscoa em casa. A magistrada indeferiu o habeas corpus interposto pela defesa na manhã desta quinta (2), com objetivo de colocá-lo em liberdade.

 A defesa alegou que decisão judicial que determinou a prisão de Eder é manifestamente equivocada, contra a prova dos autos e da decisão do ministro do Supremo Tribunal federal (STF), Dias Toffoli, que mandou soltar o ex-secretário quando foi preso na 5ª fase da Operação Ararath em 20 de maio do ano passado. Entretanto, os argumentos não foram suficientes para convencer a desembargadora Neusa Alves, que indeferiu o pedido de liminar.

Eder foi preso, nesta quarta (1º), após a deflagração da sétima etapa da Operação Ararath. Ele foi conduzido à sede da Polícia Federal, onde prestou depoimento e, depois, foi levado ao Centro de Custódia de Cuiabá.

Esta é a segunda vez que Eder é preso devido à Operação Ararath. Conforme informações da PF, recentemente foi descoberto que Eder estaria fazendo transações imobiliárias fraudulentas, com valores inferiores aos praticados no mercado e que foram adquiridos veículos de alto padrão, sempre em nome de terceiros (laranjas), com o intuito de ocultar a real propriedade e impedir o cumprimento de decisão judicial de sequestro de bens. A ação da Polícia Federal foi determinada pelo juiz da 5ª Vara Federal, Jeferson Schneider, após pedido do Ministério Público Federal no curso da ação penal.

Fonte: Do RD News/Jacques Gosch/Foto/ Mário Okamura

Publicada por: Hueliton Mendes

Tem algo a dizer sobre essa matéria?