Você está lendo:
Acusada de matar 33 gatos e quatro cachorros vai a julgamento em SP
0

Acusada de matar 33 gatos e quatro cachorros vai a julgamento em SP

by newsmtsetembro 16, 2014

A dona de casa Dalva Lina da Silva, 44, vai a júri na tarde desta terça-feira (16), no Fórum Criminal da Barra Funda, zona oeste da capital paulista sob a acusação de matar 33 gatos e quatro cachorros em janeiro de 2012.

Na época, morava na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. Naquela ocasião, os animais foram encontrados o dentro de sacos de lixo na frente da sua casa.

Em agosto de 2013, ela recebeu uma multa de R$ 19,5 mil por causa de maus-tratos aos animais, que foram mortos todos da mesma forma, com uma injeção no coração e nos pulmões.

Agora, ela responde  processo criminal, na esfera penal, por crime contra a fauna com o agravante de morte dos animais. A pena máxima pode chegar a mais de 30 anos de prisão.

Dalva levantou suspeita por receber doação de animais de rua, sem dizer qual era o destino dado a eles.

Uma ONG então contratou um detetive, que flagrou a dona de casa colocando os sacos com os animais próximo à casa de sua vizinha. Dalva, que já foi interrogada pela Justiça, afirmou no processo que matava os animais para impedir que eles sofressem nas ruas.

Na época, a dona de casa informou à polícia que sacrificava apenas os animais doentes. Laudos realizados pela Universidade de São Paulo e por um laboratório particular mostraram que os bichos receberam injeções com analgésicos no coração e nos pulmões.

Apesar de o julgamento ocorrer nesta terça-feira, é possível que que a sentença não seja conhecida ao final do dia. Além da ré, que será interrogada pela Justiça, também serão ouvidas testemunhas do caso. A Justiça avalia ainda se ela teve a ajuda de outras pessoas.

Dalva e seu advogado, Martim Lopes Martinez, não foram localizados pela reportagem do UOL. O julgamento será conduzido pela juíza Patrícia Álvares Cruz, da 9ª Vara Criminal.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?