Você está lendo:
APÓS DEPOIMENTO: Detentos furtam celulares dentro da sala de juiz em VG

APÓS DEPOIMENTO: Detentos furtam celulares dentro da sala de juiz em VG

Eles haviam obtido a progressão de regime fechado para semiaberto; agora, voltam para a prisão

Dois detentos que cumpriam regime semiaberto foram presos acusados de furtar dois celulares, que estavam na bolsa de uma assessora do juiz da 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Foram presos M.S.P., de 35 anos, e J.C.S., de 29, e a esposa deste, cujo nome não foi revelado.

O furto ocorreu no fim da tarde de quarta-feira (17), após a audiência, quando os suspeitos colocaram tornozeleiras, pois ganharam progressão de pena, saindo do regime fechado para o semiaberto.

Graças às tornozeleiras, policiais militares chegaram até um deles e a esposa, que estavam com os celulares.

O furto causou tensão na sala. Segundo a assessora, cada celular custou cerca de R$ 2 mil, e a revolta foi ainda maior porque o furto ocorreu dentro do prédio do Fórum.

Conforme os PMs, assim que a vítima percebeu a falta dos celulares, acionou os policiais que, através do monitoramento eletrônico, chegaram até o detento e a esposa dele, que estavam num bairro próximo ao Fórum.

Como os policiais nada encontraram com o casal, os dois foram colocados na viatura para prestar esclarecimentos na sala da 4ª Vara Criminal.

Um dos policiais localizou um celular dentro da viatura e outro no meio das cadeiras da sala de carceragem.

O casal acabou confessando que estava com os celulares, mas o outro preso é que teria praticado o furto e entregue a eles. M.S.P. foi localizado e preso também.

Os três foram levados para a Central de Flagrantes, sob acusação de furto. Com isso, os dois detentos perderam a progressão de pena e voltam para o regime fechado.

Fonte: Do Mídia News

Tem algo a dizer sobre essa matéria?