Você está lendo:
Assassino de Vilceu é transferido
0

Assassino de Vilceu é transferido

by newsmtjulho 10, 2014

Assassino confesso do ex-secretário Vilceu Francisco Marchetti, o funcionário da fazenda onde ocorreu o crime, Anastácio Marafon, 53, foi transferido da delegacia de Santo Antônio do Leverger (34 km ao sul da Capital) para a Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande. Ele foi indiciado por homicídio doloso e policiais ainda fazem buscas para tentar recuperar a arma usada no crime, um revólver calibre 38.

Marafon está preso desde as primeiras horas da terça-feira (8), ainda na fazenda. Após ser detido, confessou que matou Marchetti porque o ex-secretário havia assediado sua esposa, tocando nas nádegas dela. O assédio da vítima foi confirmado por outras pessoas em depoimentos prestados à Polícia Civil.

A expectativa é que nos próximos dias o inquérito seja concluído e encaminhado à Justiça. Para acelerar a localização da arma, a Polícia Civil não descarta a utilização de um detcetor de metais. Após ser preso, Marafon afirmou ter jogado o revólver usado no crime em uma área alagada, nos fundos da propriedade onde ocorreu o homicídio.

Marchetti estava deitado em uma cama no momento em que foi morto. Segundo a Polícia Civil, Ao entrar no quarto, o acusado disse “você ta mexendo com minha mulher” e atirou contra Marchetti, que morreu no local, tendo recebido 2 tiros.

Vilceu Francisco Marchetti tinha 60 anos e nasceu no município de Cacique Doble, no Rio Grande do Sul. Foi prefeito de Primavera do Leste (231 km ao sul da Capital), presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e secretário de Infraestrutura na gestão Blairo Maggi (PR). Ele deixa mulher e filhos.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?