Você está lendo:
AVIÕES PARA NARCOTRÁFICO: PF procura "articulador" de quadrilha que matou agente da PF
0

AVIÕES PARA NARCOTRÁFICO: PF procura "articulador" de quadrilha que matou agente da PF

by newsmtmaio 19, 2015

Daniel Tenório cuidava do dinheiro da quadrilha; agente morreu em tiroteio em Sinop

Mais de 20 agentes da Polícia Federal (PF), do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Força Tática procuram por Daniel Tenório, apontado como articulador da quadrilha que tentou roubar um avião na cidade de Sinop (500 km Norte de Cuiabá).

Durante troca de tiros entre os policiais e os bandidos, o agente federal Mário Henrique de Almeida Matos, de 33 anos, foi atingido na região do tórax e morreu.

De acordo com informações da PF, Daniel Tenório era quem mantinha contato diariamente com os demais integrantes do grupo e cuidava do dinheiro dos roubos que praticavam. Ele já está com mandado de prisão expedido.

O tiroteio ocorreu na madrugada de sábado (16). A quadrilha tentou roubar a aeronave de um aeródromo na zona rural da cidade.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o avião que a quadrilha tentava roubar serviria para transporte de drogas.

No dia 15 de abril, o bando roubou um avião Cessna, em um aeroclube de Sinop.

A aeronave foi levada para a a cidade de Guajará-Mirim, ba fronteira de Rondônia com a Bolívia, e vendida por cerca de R$ 190 mil.

Nesse assalto, Daniel Tenório recebeu cerca de R$ 180 mil, segundo a PF.

O comprador seria um boliviano, conhecido por comprar caminhões, caminhonetes e aviões para servir ao narcotráfico internacional.

A Polícia Federal está tentando identificá-lo.

Armas apreendidas

Durante diligências, no começo da tarde desta segunda-feira (18), os policiais aprenderam dois revólveres calibre 38 e uma escopeta calibre 12.

As armas, que pertencem à quadrilha, foram encontradas em um milharal, nas proximidades do aeroclube, onde o bando tentou roubar o avião.

Prisões

Cinco integrantes da quadrilha já foram presos pelos policiais. O último foi pego na madrugada desta segunda-feira, em Sinop.

Ele tem 41 anos e é ex-detento da Penitenciária Ferrugem, pelos crimes de tráfico de drogas e assalto em Sorriso (420 km ao Norte da Capital).

Ainda no sábado (16), os policiais conseguiram prender o piloto do avião que seria roubado.

No domingo (17), os agentes prenderam mais três suspeitos. Um deles não seria integrante da quadrilha, mas acabou preso por ser comparsa de um dos foragidos. Dessa forma, apenas um integrante continua foragido.

A PF está oferecendo uma recompensa de R$ 2 mil para quem tiver informações do paradeiro de qualquer um dos suspeitos que estão sendo procurados pelo crime de roubo.

O caso

Policiais federais tinham informações de que os bandidos chegariam na madrugada de sábado, para roubar dois aviões, em um aeroclube conhecido como “Canarinho”, às margens da MT-140, em Sinop.

Ao chegarem ao local, os agentes se depararam com ao menos nove assaltantes, que estavam em três veículos.

Conforme a PF, os membros da quadrilha estavam em uma L 200, uma picape Strada verde e uma Saveiro preta.

Os bandidos renderam funcionários do aeródromo e, ao verem os agentes da PF, teriam começado a atirar.

No tiroteio, o policial federal Mário Henrique de Almeida Matos foi atingido na região do tórax.

Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Sinop, porém, não resistiu ao ferimento e faleceu momentos depois.

Vítima

Segundo a PF, o agente Mário Henrique de Matos chegou há dois anos para trabalhar em Sinop. Ele e a família tinham residência em Brasília (DF). Era casado com uma policial civil.

O corpo de Matos foi transladado de avião, ainda no sábado, para Brasília e o enterro foi realizado na manhã de domingo, no Cemitério Campo da Esperança.

Fonte: Do Mídia News

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?