Você está lendo:
BASTIDORES: Buscando permanecer na chapa, Savi e Taques discutem mesa diretora
0

BASTIDORES: Buscando permanecer na chapa, Savi e Taques discutem mesa diretora

by newsmtjaneiro 15, 2015

Republicano tenta se manter na primeira-secretaria da AL; decisão deve sair na próxima semana

A situação está cada vez mais complicada para o deputado estadual Mauro Savi (PR), que tenta se manter na primeira secretaria da Assembleia Legislativa na chapa encabeçada por Guilherme Maluf (PSDB).

Na tarde de ontem (14), o republicano esteve reunido com o governador Pedro Taques (PDT) em busca de um entendimento que acabe com a resistência ao seu nome, porém a conversa não teria sido positiva e o parlamentar continua “vetado”.

Savi havia dito que não iria desistir do projeto e vem resistindo, mesmo sem o apoio dos parlamentares de seu próprio partido.

Mas com a resistência vinda do Palácio Paiaguás, o republicano poderá recuar da disputa, o que abria a vaga. Os nomes cotados seriam de Romoaldo Junior (PMDB) e Nininho (PR).

A resistência ao nome de Savi seria devido à ligação dele com o deputado José Riva (PSD) e o governo anterior. Por outro lado, por mais contraditório que pareça, o peemedebista, que foi líder do governo de Silval Barbosa (PMDB) e comandou a Assembleia durante todo período em que Riva foi afastado pela Justiça, não tem resistência por parte do Paiaguás.

No entanto, Romoaldo, que já teria até conversado com o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, se mantém cauteloso em colocar seu nome na disputa.

Ele alega que somente se Savi, de fato anunciar a desistência, é que poderá assumir a disputa. Ele conta com o respaldo de aliados importantes de Taques, como o deputado estadual Zeca Viana (PDT).

Por outro lado, mesmo tendo carta-branca, o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, já teria até articulado um reunião entre Maluf e Nininho para conversar sobre uma chapa com ambos. A entrada de Nininho na disputa demonstra mais uma vez como o PR está rachado, já que além de Savi o deputado Emanuel Pinheiro (PR) também articula uma chapa tendo seu nome para presidente e Eduardo Botelho (PSB) como primeiro-secretário.

Porém, a chapa de Pinheiro parece que não vingará até o dia da eleição, que ocorre no dia 1º de fevereiro, já que Maluf tem conquistado mais apoio. Em princípio, o republicano e Botelho até contaram com apoio do governador, mas a falta de adesão por parte dos parlamentares enfraqueceu o grupo. E, caso Mauro Savi realmente recue do projeto, Maluf deve ganhar ainda mais adesão nas próximas semanas.

Fontes do governo informaram que, embora não interfira com ações diretas no processo eleitoral, o governador já teria deixado claro que gostaria que o parlamento tivesse o seu comando renovado, seguindo a tendência de mudança no quadro político do Estado. Mauro Savi é o atual primeiro-secretário da Casa de Leis e, na visão de todo o grupo do governador, representa o continuísmo no Legislativo.

Fonte: ALLINE MARQUES DO DIÁRIO DE CUIABÁ

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?