Você está lendo:
Bayern aproveita expulsão em tempo recorde, faz 7, mas sofre com lesões
0

Bayern aproveita expulsão em tempo recorde, faz 7, mas sofre com lesões

by newsmtmarço 11, 2015

Alemães humilham Shakhtar, vão às quartas, mas Robben e Ribéry se machucam

O Shakhtar Donetsk viveu um dia de pesadelo nesta quarta-feira. Se enfrentar o poderoso Bayern de Munique na Alemanha já era um problema suficientemente grande, a equipe ucraniana ainda jogou com um a menos desde os dois minutos do primeiro tempo. O zagueiro Kucher levou vermelho direto por falta em Götze na área e protagonizou a expulsão mais rápida da história da Liga dos Campeões, superando Herrera, do Porto, que foi mandado para o vestiário aos seis minutos do jogo contra o Zenit, na última temporada. O time bávaro aproveitou a bobeada, jogou sem pena, goleou por 7 a 0 e confirmou a classificação para as quartas de final da Champions.

O triunfo foi fácil, mas o resultado custou caro ao Bayern. Robben foi substituído aos 18 minutos da primeira parte por lesão na coxa direita. Ribéry também deixou a partida por causa de um problema físico. O francês sentiu o tornozelo e teve que deixar o gramado aos 13 da segunda etapa.

Thomas Muller comemora gol do Bayern de Munique contra o Shakhtar (Foto: Agência AP )Thomas Müller comemora um dos gols: atacante teve grande atuação (Foto: Agência AP )

O Shakhtar está investindo bastante em contratações, tem brasileiros promissores, mas perto do Bayern parece um time de Liga Europa. A superioridade alemã era evidente antes da expulsão de Kucher, por pênalti em Götze, aos dois minutos do primeiro tempo. Müller cobrou e fez 1  a 0. Os bávaros passaram a primeira metade da partida praticamente toda no setor ofensivo. O jogo fluía, a rápida troca de passes era facilitada por uma marcação sem firmeza. A desvantagem numérica em campo forçou os ucranianos a desistirem completamente dos contra-ataques.

O Bayern, entretanto, não foi perfeito. A equipe alemã poderia e deveria ter feito mais gols. Estava muito fácil. Mas os meias falhavam nas finalizações e, principalmente, no último passe. Para piorar, Robben foi substituído aos 18 minutos por lesão na coxa direita. O ataque sentiu, e a pressão não foi mais a mesma. Coube ao zagueiro Boateng, aos 33 minutos, fazer o segundo aproveitando sobra de chute de Lewandowski defendido pelo goleiro.

Boateng gol Bayern de Munique (Foto: AP)Boateng agradece aos céus: zagueiro também participa da surra (Foto: AP)

O Shakhtar voltou do intervalo mais abatido e a equipe alemã promoveu um massacre nas primeiras jogadas, nocauteando definitivamente o oponente. Aos três minutos, Ribéry tabelou com Alaba, entrou na área com espaço e tranquilidade, e chutou cruzado para marcar o terceiro. Müller fez o quarto três minutos depois. O francês cruzou, Lewandowski ajeitou para trás, e o alemão, sem marcação, chutou do meio da área.

Robben, Bayern de Munique x Shakhtar (Foto: AP)Robben deixa o gramado abatido (Foto: AP)

Os ucranianos tiveram apenas uma boa oportunidade em toda a partida. Luiz Adriano, ignorado por Dunga na convocação para os amistosos da Seleção contra França e Chile, quase diminuiu ao concluir cruzamento da direita. E ponto final para o Shakhtar. Até a dupla de zaga bávara conseguiu balançar a rede no mesmo jogo. Badstuber, de cabeça, fez o quinto. Ironicamente, e apesar da goleada, o camisa 9, a referência do ataque estava passando em branco. Mas Lewandowski também participou da festa e foi o dono do sexto.

A goleada da seleção alemã por 7 a 1 sobre a seleção brasileira foi a partida emblemática da conquista alemã na Copa do Mundo do ano passado. O jogador-símbolo foi Götze, autor do gol do título. O meia fez o sétimo sobre o Shakhtar. Diante de uma defesa completamente abalada mentalmente, o jogador recebeu na área, dominou, girou, pensou e chutou sem esforço para confirmar:  7 a 0.

Lewandowski Bayern de Munique x Shakhtar (Foto: Reuters)Lewandowski festeja o sexto: atacante marou no fim da goleada alemã (Foto: Reuters)
Fonte: Globo Esporte
About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?