Você está lendo:
Câmara de Tangará aprova moção de Romer em repúdio a deputado Lúdio Cabral

Câmara de Tangará aprova moção de Romer em repúdio a deputado Lúdio Cabral

A Câmara Municipal de Tangará da Serra aprovou Moção de Repúdio ao deputado estadual Lúdio Cabral (PT). A moção foi apresentada em plenário pelo vereador Romer Japonês (PSD). No documento o parlamentar justifica o repúdio acusando o deputado de ter divulgado “falsa notícia (…) em sua rede social, em que divulga pesquisa mentirosa sobre a qualidade da água que abastece Tangará da Serra (…) o que trouxe grande preocupação a todos os munícipes”.

Na publicação do deputado estadual, postada no último dia 24, há a informação de que a água de Tangará da Serra estaria contaminada com “coquetel” de 27 Agrotóxicos prejudiciais a saúde. “Substâncias que podem causar doenças graves”, dizia o texto assinado pelo deputado petista.

Segundo Romer Japonês, ao contrário do que divulgou o deputado, o Executivo Municipal  conta com estudos que comprovam que a água que abastece a cidade é de qualidade e 100% tratada.

“Após a distribuição da falsa informação sobre a qualidade da água foi instaurada auditoria para ver de onde surgiram essas informações e se estariam corretas ou equivocadas e constatou-se que as análises são diárias e desde a implantação do controle em nenhum exame realizado constatou-se a presença de nenhum dos itens constantes na notícia”, justifica o vereador.

Para Romer, caso houvesse por parte do deputado uma real preocupação com a população e com a qualidade de água, a primeira atitude teria sido de acionar o Poder Executivo, o que não aconteceu. Esta é a razão do repúdio, argumenta o parlamentar.

“Agiu de forma irresponsável, disseminando informação inverídica, trazendo preocupação desnecessária a nossa população. (…) Agiu com inteira irresponsabilidade ao difundir tal noticia, sem antes entrar em contato com o departamento de água e esgoto de Tangará da Serra”, acusou Romer.

Rádio Tangará com Assessoria de Imprensa