Você está lendo:
Câmara terá cinco dias de folga nesta semana; trabalhos no Senado serão reduzidos

Câmara terá cinco dias de folga nesta semana; trabalhos no Senado serão reduzidos

Na quarta-feira desta semana, dia 15 de novembro, se comemora o dia da Proclamação da República. Portanto, o feriado nacional proporcionará um dia de folga para todos os Brasileiros, com exceção dos deputados federais. Isso porque a Câmara dos Deputados dispensou os parlamentares do trabalho de toda a semana. O presidente da casa, Rodrigo Maia justificou a folga alegando que seriam feitos ‘gasto desnecessário’ em viagens de ida e volta dos parlamentares a suas bases eleitorais.

Pelo menos oito medidas provisórias (MPs) que precisam passar pelo plenário da Câmara estão próximas de perderem a validade, a maioria delas no dia 28 de novembro.

Já no Senado Federal, as atividades serão mantidas, segundo o presidente da casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). De acordo com ele, haverá deliberação tanto na segunda (13), como na terça-feira (14). Mesmo com os trabalhos mantidos, não existem projetos para serem votados na semana pela casa.

A semana praticamente paralisada no Congresso será utilizada pelo governo para intensificar as articulações para viabilizar a votação da reforma da Previdência. Na última semana, o governo se reuniu com lideranças partidárias da Câmara para tentar chegar a um consenso para a análise da medida. Depois disso uma espécie de novo texto do projeto foi elaborada. O objetivo, agora, é tentar vender os argumentos de que a reforma não atingirá os mais pobres e nem prejudicará a imagem dos deputados para uma futura eleição.