Você está lendo:
Ceará encerra jejum, bate Luverdense e volta à liderança da Série B
0

Ceará encerra jejum, bate Luverdense e volta à liderança da Série B

by newsmtsetembro 1, 2014

Era uma vitória que o Ceará precisava para voltar à liderança da Série B, graças aos tropeços de América-MG e Vasco. Após três jogos sem vencer no campeonato, o Vovô queria os três pontos para presentear a torcida que compareceu ao Castelão neste sábado. E assim foi feito. Com apenas 12 minutos, o placar já marcava 2 a 0 para os donos da casa. No fim, 3 a 1, o simbólico título de campeão do primeiro turno da Série B e a consequente volta à liderança foram comemorados com gritos de olé vindos da arquibancada.

Quem chegou atrasado ao jogo, provavelmente não viu a falha da defesa do Luverdense e tampouco o oportunismo de Bill para marcar o primeiro do Ceará, com apenas dois minutos. Dez minutos depois, Magno Alves mostrou por que é o artilheiro do Vovô na temporada e fez o segundo. De pênalti, Misael diminuiu para os visitantes no segundo tempo. Mas com belo passe de calcanhar de Magnata, Bill fechou o placar: 3 a 1. Com o resultado, o Vovô volta à liderança com 35 pontos. Já o Luverdense cai para sétimo, com os mesmos 28 pontos.

Pela Série B, o próximo desafio do Ceará será no próximo sábado (6), contra o Oeste, no Amaros, às 21 horas. Nos mesmos dia e horário, o Luverdense recebe o Vila Nova no Passo das Emas. Antes disso, na quarta-feira, o Ceará recebe o Botafogo no Castelão pela Copa do Brasil.

Se a zaga falha logo aos dois minutos de jogo, o atacante deve aproveitar. E foi o que Bill fez. Logo no início, o atacante não desperdiçou a bobeira da zaga do Luverdense e abriu o placar para o Ceará. Dominante desde o início, o Vovô buscou o ataque o tempo inteiro. Não demorou para que o veterano Magno Alves deixasse sua marca. Aos 12 minutos, o atacante balançou as redes do Luverdense e garantiu boa vantagem logo no início. Absoluto, o Vovô criava chances com Ricardinho, pelo meio, e Vicente, pela esquerda, acionando a dupla de ataque. Ao Luverdense, restavam os contra-ataques. A melhor chance foi com Reinaldo que, por pouco, quase fazia um belo gol. Mas ficou no quase.

Na volta do intervalo, a intensidade do primeiro tempo não se repetiu. Com boa vantagem, o Ceará passou a buscar menos o ataque. E pagou por isso. Se a zaga da equipe do Mato Grosso falhou no primeiro tempo, foi a vez da cearense falhar no segundo, originando pênalti para os visitantes. Misael, com categoria, converteu e diminuiu a diferença no placar. Mas a dupla de ataque do Ceará estava inspirada. Após uma arrancada sensacional e passe de calcanhar do veterano Magnata, de 38 anos, Bill teve tranquilidade para matar o jogo e chutar no canto esquerdo de Gabriel.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?