Você está lendo:
"Chega de conversa mole, votar em Lúdio é votar em Silval"
0

"Chega de conversa mole, votar em Lúdio é votar em Silval"

by newsmtsetembro 23, 2014

Candidato da oposição usa Carlos Bezerra, Eder Moraes e Silval Barbosa para atacar Lúdio

O candidato a governador Pedro Taques (PDT) atacou o adversário Lúdio Cabral (PT) no horário gratuito de televisão, na noite desta segunda-feira (22). 

Apesar das críticas que faz aos adversários, por usar esse tipo de propaganda na TV, Taques foi incisivo: “Chega de conversa mole, votar em Lúdio é votar em Silval”.

No início do programa, ele liga Lúdio à sua candidata a vice, a deputada estadual Teté Bezerra que, em seguida é ligada ao seu marido, o deputado federal Carlos Bezerra e ao ex-secretário de Estado Éder Moraes, preso em maio pela Polícia Federal, na Operação Ararath.

“E todos estão ligados à Silval. Você acha que Lúdio vai conseguir comandar alguma coisa? Ou é essa turma de poderosos que quer continuar mandando em Mato Grosso?”


“E todos estão ligados à Silval. Você acha que Lúdio vai conseguir comandar alguma coisa? Ou é essa turma de poderosos que quer continuar mandando em Mato Grosso?”, diz o programa.

Taques diz, no programa, que com a sua consolidação nas pesquisas, Lúdio resolveu assumir o “jogo sujo” e fez montagens e trucagens falsas no horário de TV para mentir sobre ele.

No programa, Taques também criticou as obras inacabadas do atual Governo. “No governo ou você comanda ou é comandado. É isso que acontece hoje com o governo. O governador atual escolheu um candidato à sua imagem e semelhança”, afirmou.

Ele também criticou a situação da saúde no Estado e disse que cobrará, na Justiça, todo o “dinheiro roubado do povo”.

“A saúde no estado é tratada com enorme desprezo e incompetência. Isso sem falar nas obras mal feitas, inacabadas e superfaturadas do atual governo. Eu estou pronto. Estou preparado para colocar a casa em ordem e não vou deixar nada, absolutamente nada, debaixo do tapete. Vou cobrar na Justiça todo o dinheiro que foi roubado do nosso povo”, disse.

Taques disse que nunca recuou de combater a corrupção e que irá acabar com a “bandalheira” em Mato Grosso.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?