Você está lendo:
Comando do 12º BPM avalia denúncias contra policiais de Nova Ubiratã
0

Comando do 12º BPM avalia denúncias contra policiais de Nova Ubiratã

by newsmtjulho 17, 2014

No momento em que foram presos, os vereadores – principalmente o Reinaldo de Freitas – dispararam várias denúncias sobre ações que vem sendo desenvolvidas pelos policiais militares lotados na Policia Militar de Nova Ubiratã. “Um deles tinha que estar preso por ter batido em uma mulher em Boa Esperança e foi transferido para Nova Ubiratã, além outras barbáries de abuso de autoridade”, teria revelado o vereador.

O comandante do 12º Batalhão de Policia Militar com sede em Sorriso e jurisdição em Nova Ubiratã, Cel. Lipi Alvarenga foi abordado pela reportagem da RADIO SORRISO e buscou fazer uma avaliação da situação criada com as investigações e que resultou na detenção também do vereador Itamar Marcondes.

“A titulo de ilustração, gostaria de salientar de que somente neste inicio de ano, foram registrados doze flagrantes por tráfico de entorpecente, então nossos policiais estão agindo duramente no combate desta prática ilícita naquele município e este tipo de atitude dos policiais têm incomodado algumas pessoas, principalmente aqueles que tem envolvimento direto e indireto com este tipo de crime”, comentou o comandante.

O trabalho que foi realizado em conjunto com as policias – militar e civil – e Ministério Publico e que culminou com varias bocas de fumo detonadas e muitas pessoas detidas buscando reduzir assim o trafico de entorpecente assim como até mesmo o envolvimento de menores nesta prática.

“ Até por uma estratégia de defesa, as pessoas querem inverter o foco das atenções ou desqualificar as acusações e o nosso trabalho foi muito bem conduzido e há indícios muito fortes e provas evidentes, contundentes que denunciam as praticas criminosas destas pessoas detidas e que fica agora a cargo da Justiça que deverá dar os devidos encaminhamentos”, revelou Cel. Lipi Alvarenga.

Quanto aos vários envolvidos, apreensão de droga com Alexander Miranda, arma na residência do vereador Itamar Marcondes e até mesmo um episódio de droga em Nova Mutum, na cadeia pública foram os diferentes pontos revelados pelas investigações durante meses e que foram formalizadas e produzidas e anexadas no inquérito oficial tudo confirmando o o envolvimento com o trafico de entorpecente.

Cel. Alvarenga buscou ressaltar a integridade de conduta dos policiais lotados na Policia Militar de Ubiratã e que acabaram sendo envolvidos pelos vereadores neste episodio.

“É só ver a idoneidade de de quem está acusando e de quem está sendo acusado que vamos conseguir separar o joio do trigo, nossos policiais são profissionais bastante comprometidos e que tem desenvolvido seu trabalho as duras penas, dentro de suas limitações e que somente agora diante da prisão de pessoas até certo ponto influentes naquele município é que surgem por parte destas mesmas pessoas, talvez orientadas por seus advogados e ficarem assim agindo por subterfúgios e as denuncias não prosperam e não têm razão de ser”, concluiu o comandante Alvarenga.

Fonte: Fernando Luis / jornalismo

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?