Você está lendo:
Conta de luz em outubro terá tarifa mais cara do modelo de bandeiras

Conta de luz em outubro terá tarifa mais cara do modelo de bandeiras

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mudou a bandeira tarifária das contas de luz, e, neste mês de outubro, passou a ser a vermelha patamar 2. Esta é a tarifa mais cara do modelo e representa a cobrança de taxa extra de R$ 3,50 a cada 100 Quilowatt-hora (kWh) consumidos. O valor extra se deve à necessidade de operar mais usinas térmicas, cujo custo de produção da energia é mais alto que a da produzida nas hidrelétricas. A dona de casa Angélica Souza Tavares conta que tem muitos aparelhos eletrônicos na casa dela e que não é fácil economizar.

“Tem panela elétrica, três televisores e… as crianças tem joguinho, tem uma geladeira mais antiga que ainda está em uso e eu acho que ela também consome um pouco mais de energia. É difícil. A gente sabe que controlar menino no banho, ficar toda hora falando: Sai do banho logo, não demora muito; e entrar e sair do quarto, dos lugares, sem apagar a luz, isso aí é uma constante, eu tenho que estar sempre falando.”

De acordo com o especialista em energia elétrica, Maurício Lopes Tavares, é preciso ter alguns cuidados para economizar na conta de luz.

“Uma coisa é a questão do funcionamento da geladeira, principalmente se for um aparelho mais antigo. As borrachas de vedação da porta tem que ser trocados. O ideal é que elas sejam trocadas a cada dois ou três anos, mesmo que não se percebam os rasgos, porque se a porta da geladeira não está bem vedada, a geladeira vai funcionar ao longo do dia muito mais que o necessário e é um consumo de energia que a gente não percebe que está acontecendo.”

O especialista também faz um alerta para retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências.

“Aparelhos que não vão ser usados por um longo período, como um aparelho de DVD ou outros equipamentos deste tipo, se não vão ser utilizados, devem ser retirados da tomada. Quando eles estão conectados, mesmo que desligados, mas conectados, eles estão na verdade ligados, esperando um sinal do controle remoto. Isto tem um consumo de energia que é pequeno, mas é diário, é o dia todo e ao longo do ano vai se acumulando, representa um custo para a família e não vai trazer prazer nenhum.”

Para economizar, tome banhos mais curtos, de até cinco minutos; não deixe portas e janelas abertas em ambientes com ar-condicionado; evite deixar a porta da geladeira aberta sem necessidade ou colocar alimentos quentes nela; utilize iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apague a luz sempre que sair de um cômodo.