Você está lendo:
Continua alta a incidência de casos de dengue e zika:
0

Continua alta a incidência de casos de dengue e zika:

by Radio Tangaráagosto 16, 2016

continua-alta-a-incidencia-de-casos-de-dengue-e-zika

Entre janeiro e julho deste ano, Mato Grosso apresenta 788 casos de dengue por 100 mil habitantes, o que é considerado alta incidência da doença. O zika vírus também apresenta alta incidência, com 721 casos por 100 mil habitantes. Já a febre chikungunya tem incidência de 39 por 100 mil habitante, o que é considerado baixa incidência.

Foram notificados 25.749 casos de dengue, 23.570 de zika e 1.272 de chikungunya. Em comparação ao mesmo período do ano passado a dengue teve aumento de 76%, o zika de 242% e a chikungunya de 392%.

Zika

No estado, 84 municípios apresentam incidência acima de 300 casos por 100mil habitantes. No mês de julho foram notificados casos de dengue em apenas 12 cidades, sendo a maior incidência em Porto Estrela. Em junho, a doença foi notificada em 30 municípios, sendo a maior incidência em Ipiranga do Norte.

Chikunguya

No acumulado, os municípios com maiores incidência são: Campo Novo do Parecis (1.900/100mil), Querência (410/100mil) e Acorizal (335/100mil). Os demais registram menos de 300/100mil. Não há registros no banco de dados de casos nos meses junho e julho. No mês de maio nove municípios registraram casos.

A Secretaria de Estado de Saúde alerta para o “período não epidêmico”. As ações de mobilização, comunicação, e educação em saúde são fundamentais para a mudança de comportamento e adoção de práticas para a manutenção do ambiente domiciliar e evitando a infestação por Aedes aegypti.

About The Author
Radio Tangará