Você está lendo:
Corinthians reclama muito, joga pouco e perde para o Bragantino
0

Corinthians reclama muito, joga pouco e perde para o Bragantino

by newsmtagosto 28, 2014

As reclamações foram a tônica da partida, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil

O Corinthians não conseguiu mostrar o mesmo futebol de seus dois últimos jogos, se perdeu na marcação adversária e caiu para o Bragantino por 1 a 0 nesta quarta-feira na Arena Pantanal, em Cuiabá.

O gol da vitória foi fruto de um belo chute do meia Sandro, que pegou de primeira e de fora da área, e acertou o ângulo do goleiro Cássio. Os corintianos reclamaram de uma suposta irregularidade no lance. As reclamações foram a tônica da partida, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Foi o jogo de ida.

O Bragantino, que está na zona de rebaixamento na Série B, chegou até aqui como azarão, depois de eliminar o São Paulo na fase anterior. A partida aconteceu em Cuiabá por um desejo do mandante, de olho na renda da bilheteria. Mas a atmosfera no estádio era completamente favorável ao Corinthians, que tem muitos torcedores no Mato Grosso.

Fases do jogo: O jogo pode ser dividido entre antes e depois do golaço de Sandro. Até aquele momento, a partida era truncada, cheia de faltas táticas e lentidão no meio de campo. O Corinthians dominava a bola e o terreno, mas quase não criava chances de gol. A principal delas, no final do primeiro tempo, foi uma cabeçada do zagueiro Anderson Martins, que atingiu a trave.

Após o intervalo, o Bragantino voltou um pouco mais ligado e achou o gol quando o meio-campista Sandro acertou um chute de fora da área sem chances para Cássio. A partir daí, o Corinthians se lançou ao ataque, tentando, desorganizadamente, chegar ao empate. Houve bastante nervosismo e poucas chances de gol. O time do interior paulista se fechou e apostou no contra-ataque.

As entradas de Jadson e Romarinho aumentaram o ritmo do setor ofensivo, mas o Corinthians não conseguiu evitar a derrota.

Chave do jogo: o choro do Corinthians. O técnico Mano Menezes começou a reclamar das marcações da arbitragem desde os primeiros minutos e isso se aprofundou depois do gol do Bragantino. Além do técnico, Ralf e Cássio foram advertidos pelo juiz por reclamarem demais. O Corinthians protestou muito e esqueceu de jogar futebol.

O melhor: Romarinho. No início da noite, o atacante teve o nome envolvido em uma possível negociação, mas quando entrou em campo, mudou o ânimo do Corinthians. Correu, se movimentou pelos lados do ataque e, ao lado de Jadson, tentou empatar até o final.

O pior: Renato Augusto. Ele foi a aposta de Mano Menezes para o setor de criação, mas jogou de maneira lenta e inoperante. Foi substituído no meio do segundo tempo e quase não foi notado em campo.

Toque dos técnicos: Pela primeira vez desde que trocou o São Paulo pelo Corinthians, o meia Jadson começou no banco de reservas. Mano Menezes optou Renato Augusto para o seu lugar. Mas, quando o Bragantino fez o gol, a modificação foi desfeita: Jadson voltou à equipe, e Mano ainda escalou Romarinho para um esquema com três atacantes. O time mudou, mas o placar não.

Para lembrar:

Corinthians em casa. O time paulista tem uma torcida atuante em Cuiabá. Mesmo jogando muito longe de seus domínios, foi como se estivesse em casa. O clima na Arena Pantanal era totalmente favorável ao time visitante, embora os jogadores não tenham conseguido retribuir ao carinho em campo.

Cofres cheios. Além da arrecadação das bilheterias, o Bragantino levantou dinheiro enchendo seu uniforme de marcas. Conseguiu fechar cinco patrocínios pontuais só para este jogo. O clube já havia adotado a mesma estratégia quando eliminou o São Paulo na fase anterior.

Até breve, Guerrero. O atacante do Corinthians está suspenso no Campeonato Brasileiro e vai defender a seleção peruana. Por causa disso, só voltará a vestir a camisa alvinegra daqui a quatro jogos.

Entre a cruz e a espada. Apesar de estar bem na Copa do Brasil, o time de Bragança Paulista está na zona de rebaixamento na segunda divisão.

FICHA TÉCNICA

Bragantino 1 x 0 Corinthians
Data: 27/08/2014
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Vicente Romano Neto (Ambos de SP)
Cartões amarelos: Sandro (Bragantino); Luciano, Cássio, Ralf (Corinthians)
Cartão vermelho: Ferrugem (Corinthians)
Gols: Sandro, aos 11min do 2º tempo
Público: 28.820 pagantes


BRAGANTINO

Marcelo Henrique, Samuel, Leonardo, Guilherme Mattis e Bruno Recife; Geandro, Jackson Caucaia (Marcos Paulo), Sandro e Luisinho (Magno Cruz); Cesinha e Nunes (Lincoln)
Técnico: PC Gusmão

CORINTHIANS
Cássio, Ferrugem, Gil, Anderson Martins, Fábio Santos; Ralf, Elias, Renato Augusto (Jadson) e Lodeiro (Romarinho); Luciano (Romero) e Guerrero
Técnico: Mano Menezes

DO UOL 
About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?