Você está lendo:
Declaração sobre falência de empreiteira é contestada por empresário em MT
0

Declaração sobre falência de empreiteira é contestada por empresário em MT

by newsmtagosto 7, 2014

O proprietário da Texas Construções e Incorporações Ltda, Fernando Magalhães, contestou a declaração de falência da empresa feita pela Caixa Econômica Federal (CEF), para justificar o atraso que resultou na invasão do residencial André Maggi, em Rondonópolis. 

Consta que o empresário atribuiu os problemas para a conclusão da obra à instituição financeira e ao Governo do Estado. Magalhães argumenta que a empresa não foi à falência e sim está em processo de recuperação judicial.

“A empresa executora das obras do referido residencial é a maior vítima deste emaranhado de irresponsabilidades. As casas do residencial André Maggi não foram entregues no início do ano de 2011 por total culpa dos contratantes que projetaram, contrataram e executaram obras de pavimentação sem as imprescindíveis drenagens de águas pluviais, confrontando as normas técnicas e a força da natureza que resultou em grande quantidade de estragos e avarias principalmente na parte de infraestrutura, iniciando um calvário de sofrimento para a Texas”, declarou ele, conforme a Gazeta.

Ele ressalta ainda que a Caixa estaria se recusando a pagar a empresa, alegando divergência contratual. “Também não constam em contrato que os contratantes e proprietários do empreendimento fossem praticar atos para estragar e desfazer obras prontas. Estamos buscando reaver nossos créditos em haver e nossos direitos pelas vias apropriadas”, disse.

Um acordo de desocupação pacífica do residencial foi intermediado na última semana pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC). Consta que cerca de 500 famílias haviam invadido o local em abril, sendo que algumas nem estavam cadastradas.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?