Você está lendo:
Deputado federal é acusado de "boca de urna" e vai à PF

Deputado federal é acusado de "boca de urna" e vai à PF

Ele estaria sendo acusado de crime eleitoral, em Sinop

O deputado federal reeleito Nilson Leitão (PSDB), coordenador da campanha a presidente de Aécio Neves (PSDB) em Mato Grosso, foi detido há pouco,em Sinop, pela Polícia Federal.

Segundo o site Só Notícias, ele estaria sendo acusado de crime eleitoral (boca de urna), quando pedia votos próximo a uma seção eleitoral, durante uma entrevista.

Leitão foi encaminhado à delegacia da Polícia Federal, onde prestou esclarecimentos e foi liberado.

Até o momento, a Polícia Federal não se pronunciou sobre o caso.

Outro lado

Em nota, Leitão disse que a acusação de que fazia boca de urna foi feita por um fiscal do Partido dos Trabalhadores (PT).

De acordo com o deputado, ele concedia uma entrevista à rádio Hitz FM, em frente a Escola Estadual Nilza de Oliveira Pipino, onde vota.

Ao sair da rádio, Leitão disse que não pediu votos para Aécio Neves, apenas confirmou seu voto no tucano e elencou os motivos.

Ele prestou esclarecimentos na PF acompanhado do radialista que o entrevistava no momento da denúncia, Ednaldo Lobo, e já se encontra em casa.

 

Midia News

Tem algo a dizer sobre essa matéria?