Você está lendo:
ECONOMIA: Salário mínimo será de R$ 979 em 2018

ECONOMIA: Salário mínimo será de R$ 979 em 2018

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 979 para o próximo ano. O novo valor constará no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018, que será enviado ao Congresso Nacional na próxima quinta-feira. Ao anunciar o novo salário mínimo, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, ressaltou que as projeções do governo são transparentes e alinhadas com as estimativas do mercado financeiro.

Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.

“Nós temos buscado ser muito transparentes a respeito da política fiscal e dos números que são apresentados. Nós, em 2018, ainda sofreremos um processo de atraso da resposta na receita. O processo de ajustamento da política fiscal se dará principalmente através da contenção das despesas e menos pelos aumentos de receitas.”

Mas, de acordo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o cenário econômico do Brasil tende a melhorar nos próximos anos. Segundo ele, para o ano que vem, não há estimativa de aumento de impostos.

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

“Não incorporamos aqui nenhuma estimativa de aumento de impostos em 2018. Nós estamos fazendo uma projeção transparente, realista e que mostra uma melhora substancial em relação aos últimos anos, lembrando que no ano de 2016 foi um déficit de R$154 bilhões.”

Neste ano, o valor do salário mínimo é de R$ 937. Como crescimento da economia no ano passado foi negativo, o valor será corrigido pela inflação de 2017, projetada em 4,3% pelo governo, como prevê a regra de valorização do mínimo aprovada pelo Congresso Nacional.

Para os próximos anos, a previsão é de que o salário mínimo cresça acima da inflação, diante da recuperação econômica. Em 2019, a estimativa é de que o salário mínimo seja de R$ 1.029, e no ano seguinte, de R$ 1.103.