Menu
Seções
Empresa diz que pagou R$ 2,6 milhões a Nadaf por incentivos
setembro 16, 2015 Destaques

Pagamento teria sido feito por meio de emissão de cheques do grupo ao ex-secretário Pedro Nadaf

Um dos sócios do Grupo Tractor Parts, João Batista Rosa, confirmou à Delegacia de Combate à Corrupção de Mato Grosso ter pago R$ 2,6 milhões ao ex-secretário de Estado Pedro Nadaf para obter os benefícios de incentivos fiscais em Mato Grosso, por meio do Prodeic.

O grupo possui nove lojas em diversos municípios de Mato Grosso e fornece peças para tratores e caminhões.

Segundo depoimento à Delegacia Fazendária (Defaz), o pagamento foi feito por meio de emissão de cheques do grupo a Nadaf, dinheiro vivo e transferências bancárias.

Em nota, o grupo afirmou que foi “vítima de severa extorsão” de agentes públicos durante a gestão de Silval Barbosa (2011-2014).

Na época, Nadaf comandava a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, responsável pela análise e aprovação do benefício.

Operação

Nadaf e o ex-secretário de Estado de Fazenda, Marcel de Cursi, foram presos pela Polícia Civil, na tarde desta terça-feira (15), por meio da Operação Sodoma.

O ex-governador Silval Barbosa também está com prisão preventiva decretada, e é considerado foragido.

Francisco Gomes de Andrade Filho também é investigado.

A Polícia Civil cumpriu vários mandados de busca e apreensão em Cuiabá, inclusive na casa de Silval Barbosa.

As investigações apontam que o suspeitos teriam montado um esquema criminoso de corrupção e lavagem de dinheiro, em 2013 e 2014, relacionado à concessão de incentivos fiscais, por meio do Estado, através do Prodeic (Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso).

Fonte: Do Mídia News

Comentários estão fechados
*