Você está lendo:
Especialista dá dicas de como usar o dinheiro das contas inativas do FGTS
0

Especialista dá dicas de como usar o dinheiro das contas inativas do FGTS

by Radio Tangaráfevereiro 16, 2017
A partir do mês que vem, mais de 30 milhões de trabalhadores vão poder retirar o dinheiro das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS. O governo já divulgou o calendário de saques do dinheiro. De acordo com o governo, são mais de 43 bilhões de reais que estão parados nessas contas e, desse total, cerca de 34 bilhões vão ser sacados por trabalhadores. O economista Fábio Silva, que é membro da Comissão de Política Econômica do Conselho Federal de Economia, Cofecon, lembra que o trabalhador deve estar afastado do emprego pelo menos desde o fim de 2015 para poder resgatar o dinheiro do FGTS.

Fábio Silva, membro da Comissão de Política Econômica do Cofecon
“É o seguinte: as pessoas que pediram demissão ou foram demitidas por justa-causa até 31 de dezembro de 2015 vão poder sacar o recurso que está lá no Fundo de Garantia. E como era antes? Antes, o recurso, para ficar disponível, tinha que ficar três anos inativo. Existe, então, uma grande quantidade de recursos que está parada no Fundo de Garantia. A pessoa pediu demissão, foi para outro emprego, ficou nesse emprego… E o dinheiro está parado no Fundo de Garantia. Com essa medida, agora, os trabalhadores vão poder ter acesso a esse recurso. São mais de 30 bilhões de reais. É um volume expressivo.”

Por isso, preste bem atenção ao calendário. Quem faz aniversário em janeiro e fevereiro já vai poder sacar o dinheiro a partir do dia 10 de março. Pessoas que nasceram em março, abril e maio vão poder sacar o dinheiro em abril. Quem nasceu em junho, julho e agosto vai poder recuperar o dinheiro em maio. Nascidos em setembro, outubro e novembro podem fazer o saque em junho. Por último, quem nasceu em dezembro vai poder sacar o dinheiro em julho.O economista Fábio Silva lembra que esse dinheiro pode ser muito útil para quem precisa pagar as dívidas e dá a dica de fazer uma poupança para casos de emergências.

“A prioridade, certamente, para as pessoas que têm dívidas seria pagar essas dívidas Para quem não tem, vão ter que fazer uma escolha: ou consumir ou poupar. É sempre bom a gente lembrar que é importante que a pessoa tenha uma reserva para o caso de uma emergência. Então para quem não está com dívida, pode ser interessante a pessoa fazer um investimento financeiro”.

Para saber se você tem direito ao dinheiro ou, ainda, para descobrir quanto você vai receber, é muito simples. Basta você acessar o site da Caixa Econômica ou do próprio FGTS. O economista Fábio Silva lembra que é muito importante ficar atento aos sites oficiais.

Fábio Silva, membro da Comissão de Política Econômica do Cofecon

“Tem o site da caixa econômica e o site do próprio fundo de garantia que pode ser usado para as pessoas saberem se elas têm direito e a quanto elas têm direito. É bom, também, destacar que as pessoas devem consultar nesses sites. Porque eu já tenho ouvido falar de casos de sites falsos que têm o objetivo de pegar os dados das pessoas, dizendo que é para as pessoas saberem se têm dinheiro para sacar ou não. Então é importante que as pessoas tenham esse cuidado para usar os sites oficiais”.

Para não ter mais dúvidas sobre a segurança do site em que você está procurando informações, certifique-se de entrar no site oficial da Caixa Econômica, no endereço: www.caixa.gov.br. Você também pode consultar seu extrato do FGTS indo até um balcão de atendimento de agências da Caixa.
About The Author
Radio Tangará