Você está lendo:
Ex-deputado Riva é preso em farmácia por agentes do Gaeco
0

Ex-deputado Riva é preso em farmácia por agentes do Gaeco

by newsmtoutubro 13, 2015

Decisão é da juíza Selma Arruda e atende a pedido do Ministério Público Estadual

O ex-deputado José Riva (sem partido) foi preso novamente, no final da tarde desta terça-feira (13), em Cuiabá.

Ele estava sozinho, comprando medicamentos na farmácia Drogasil, na Avenida Lavapés, no bairro Goiabeiras.

Ele foi detido por volta de 18h15, por agentes do Gaeco, do Ministério Público Estadual (MPE), por meio de uma decisão da juíza Selma Arruda, da Vara de Combate ao Crime Organizado da Capital.

A nova prisão faz parte da Operação Metástase, que investiga um esquema que teria desviado R$ 2 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa por meio de verbas de gabinete.

Segundo informações preliminares, ele teria sido citado como suposto mentor dos desvios, por ex-servidores que trabalharam em seu gabinete.

Nesta quarta-feira (14), o Gaeco deve cumprir outros quatro mandados de prisão, dentro da mesma operação.

Após ser detido, Riva foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), para fazer exame de corpo de delito.

Em seguida, foi conduzido para uma cela do Centro de Custódia de Cuiabá, no  bairro Bela Vista.

Nessa prisão, estão recolhidos o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e os ex-secretários Pedro Nadaf (Indústria e Comércio e Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda).

Eles foram presos durante a Operação Sodoma, do Gaeco, acusados de comandar um esquema de propina envolvendo a concessão de incentivos fiscais.

Terceira prisão

Esta é a terceira vez que o ex-presidente da Assembleia Legislativa é preso, neste ano.

A primeira prisão ocorreu em fevereiro, durante a execução da Operação Imperador.

Ele foi preso sob a acusação de comandar um esquema de desvio de verbas, com a compra simulada de materiais de escritório.

O ex-deputado voltou para a prisão em julho, durante a Operação Ventríloquo.

Ele foi acusado de desviar R$ 10 milhões, numa transação envolvendo o banco HSBC.

Decisão

A defesa de José Riva disse que ainda não teve acesso à decisão judicial, o que só será possível nesta quarta-feira.

Por meio de nota, o advogado Rodrigo Mudrovitsch criticou a prisão do ex-parlamentar, observando que ele não oferecia risco às investigações.

Confira a íntegra da nota:

“A defesa do ex-Deputado José Geraldo Riva, preso na tarde desta terça-feira (13.10) em Cuiabá, afirma que, por enquanto, ainda não  irá se manifestar sobre o caso até que tenha pleno conhecimento dos motivos que levaram a esta nova prisão, uma vez que ele já cumpria medidas restritivas e não  oferecia risco algum de fuga ou à sociedade.

Fonte: Do Mídia News

About The Author
newsmt