Você está lendo:
Ex-prefeito abandona candidatura pelo grupo de Taques para apoiar Riva e prevê debandada
0

Ex-prefeito abandona candidatura pelo grupo de Taques para apoiar Riva e prevê debandada

by newsmtjulho 25, 2014

A história se repete. O ex-prefeito de Juína (735 km de Cuiabá) Genésio Gustavo Böer (DEM) acaba de abandonar sua candidatura a deputado federal pelo grupo de oposição encabeçado pelo senador Pedro Taques (PDT) e anunciou apoio à candidatura ao governo de José Geraldo Riva (PSD). Os motivos são os mesmos da desistência de Jaime Campos (DEM), que deixou a briga pela reeleição do Senado no início da semana. Para Böer, este é só o começo da ‘debandada’. 

“Vem mais desistência por ai”, sentenciou em entrevista ao Olhar Direto no começo da noite desta quinta-feira (24). O ex-prefeito garante que uma parcela dos candidatos às proporcionais tem se sentido preterida pelos dirigentes da coligação Coragem e Atitude Para Mudar. “Não dá, eles querem eleger somente [Nilson] Leitão (PSDB), Ezequiel Fonseca (PP) e Fábio Garcia (PSB). Os outros são usados. Querem nos fazer de ‘escada’”, queixa-se. 

“Nós não temos ajuda nenhuma da coligação. Conversei com o Pedro Taques uma vez e a conversa não durou nem 10 minutos. Não se ofereceram a me ajudar em nada. Depois que vim para Cuiabá, nunca mais me ligara. Eu sou da região de Juína e o PSB fez uma reunião na minha cidade e nem me chamaram para participar”, indigna-se. “Devem pensar que eu sou um trouxa lá do Nortão”.

Muito cacique na coligação

O ex-prefeito de Juína avalia que se o deputado José Riva tivesse lançado sua candidatura ao governo de Mato Grosso alguns dias antes, o DEM marcharia com o PSD desde o começo. “Quando o deputado oficializou sua candidatura, a participação de Jaime na chapa do Taques já era irreversível”, lamenta. 

Genésio já se engajou na campanha de Riva e trabalhará intensamente no projeto de eleição do deputado. “O problema é que o Pedro Taques nunca foi um líder, ele está tendo muita dificuldade para comandar sua coligação e está deixando nas mãos de Mauro Mendes (PSB) e [Otaviano] Pivetta (PDT), que tem lá seus interesses pessoais. Tem muito cacique pra pouco índio”, alfineta.

Fonte: Olhar Direto

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?