Você está lendo:
EXCLUSIVO – Tangará Online divulga imagens do almoxarifado pós-incêndio; seguro pode não cobrir o prejuízo
0

EXCLUSIVO – Tangará Online divulga imagens do almoxarifado pós-incêndio; seguro pode não cobrir o prejuízo

by newsmtfevereiro 25, 2016

Desde a semana passada as rodas de conversa em Tangará da Serra giram em torno do incêndio que se alastrou por três compartimentos do Almoxarifado Municipal, destruindo centenas de caixas de medicamentos. Os principais temas relacionados ao caso referem-se às causas do sinistro, às implicações sociais com a perda dos medicamentos e ao porquê destes medicamentos estarem no almoxarifado, tendo em vista que em postos de saúde e no próprio Hospital Municipal a falta destes produtos era notória.

Buscando uma resposta a esses e a outros questionamentos, o Tangará Online esteve na manhã desta quarta-feira (24) no local do incêndio e conseguiu imagens exclusivas da destruição promovida pelas chamas.

O cenário de total destruição. Um dos cômodos já foi esvaziado e os produtos que estavam no local retirados, dentre eles, parte da merenda escolar, que ainda receberá avaliação técnica para constatar se pode ser consumida. O setor em que encontravam-se os medicamentos foi inteiramente destruído e ainda contém todo o material. Caixas e mais caixas de medicamentos, chamuscadas pelo fogo ou totalmente queimadas, prateleiras inutilizadas, o forro, derretido, foi ao chão, o mobiliário perdeu-se por inteiro.

A reportagem do Tangará Online não pôde adentrar no setor em que estavam os medicamentos, por conta do risco de contaminação e da presença de materiais perfuro-cortantes em meio à destruição ocasionada pelo incêndio na área, a mais prejudicada.

MEDICAMENTOS – Quanto às dúvidas a respeito do porquê, mesmo com grande falta de medicamentos nas unidades de saúde do município, o Almoxarifado Municipal estava abarrotado deles, os servidores informaram que os medicamentos haviam chegado no dia anterior ao incêndio e que ainda não haviam sido distribuídos.

Com a perda, vários municípios acenaram a auxiliar Tangará e centenas de caixas de medicamentos chegaram ainda no último sábado (20), ficando armazenados agora no auditório da Prefeitura, anexo ao prédio principal.

NO SEGURO – Conforme o coordenador do setor, Lucélio Generoso, a reconstrução dos locais atingidos deve ser rápida, pois o prédio está no seguro. Mas uma grande preocupação deve mexer com as certezas da administração municipal neste momento; e o motivo foi relatado por vereadores na sessão ordinária de ontem. Os vereadores observaram a possibilidade do seguro não cobrir os prejuízos, tendo em vista que o local não possui o alvará do Corpo de Bombeiros, o que pode gerar uma desobrigação quanto ao elemento segurado e deixar a conta, mais uma vez, para a população tangaraense pagar.

8 1 2 3 4 5 6 7

Fonte: Luciana Menoli – Do Tangará Online

About The Author
newsmt