Você está lendo:
Executivo e Judiciário se unem em campanha de combate à violência doméstica:

Executivo e Judiciário se unem em campanha de combate à violência doméstica:

MKT_6237

A primeira-dama do Estado e coordenadora do Núcleo de Ações Voluntárias (NAV-MT), Samira Martins, participou de reunião com a desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Maria Aparecida Ribeiro, e juízes da Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, na manhã desta quinta-feira (16.06). Na oportunidade, a desembargadora apresentou a campanha Justiça pela Paz em Casa, que será realizada entre os dias 15 e 19 de agosto.

A ação visa combater a violência doméstica e é realizada em todo País. O tema da campanha este ano é “Cabeça de Mulher”, que busca sensibilizar a sociedade sobre o ciclo de violência sofrido pelo gênero feminino.

Samira se mostrou sensível à causa e se dispôs a contribuir com a campanha, pontuando algumas ações que já são desenvolvidas pelo Governo do Estado para combater a violência contra a mulher. “Atuamos muito com o empoderamento feminino, porque sabemos que quando há agressão, os maridos são punidos, mas muitas vezes as mulheres são obrigadas a voltar para os lares principalmente pela dependência financeira e emocional”.

Como exemplo de ação, a primeira-dama do Estado citou os cursos de qualificação profissional oferecidos pela Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) em parceria com o NAV-MT, como foi o caso das mulheres capacitadas no curso “Possibilidades gastronômicas com a carne suína”.

A ideia do Judiciário é estender a discussão aos demais poderes, além de sensibilizar alguns profissionais que atuam no primeiro atendimento às vítimas, como destacou a coordenadora da campanha, desembargadora Maria Aparecida. “Em nosso evento de abertura, queremos convidar não apenas os magistrados, mas também os oficiais e alunos do curso de formação da Polícia Militar, que são os primeiros a prestarem atendimento à mulher vítima de violência”, explicou.

Este já é o segundo ano que o Governo do Estado atua como parceiro da campanha. A programação prevê um ciclo de palestras envolvendo policiais militares, representantes de Clubes de Mães e demais representantes de bairros de Cuiabá e Várzea Grande e também acadêmicos de cursos de Direito e Psicologia. O bairro com maior número de ocorrências relacionadas à violência doméstica também receberá prestação de serviços e orientação gratuitas à população.

Também participaram do encontro os juízes da Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, Ana Cristina Mendes, Jamilson Haddad Campos e Jeverson Luiz Quinteiro.