Você está lendo:
EXPO-UBIRATÃ: DO SUCESSO AO CAOS, SEM PRESTAÇÃO DE CONTAS DESDE 2013
0

EXPO-UBIRATÃ: DO SUCESSO AO CAOS, SEM PRESTAÇÃO DE CONTAS DESDE 2013

by newsmtsetembro 16, 2014

Mesmo passando mais de um ano da 7ª EXPOUBIRATÃ e alguns meses da 8ª edição até o presente momento não se teve prestação de contas por parte da Diretoria da Acrinova e nem pela Prefeitura Municipal.

Nas edições anteriores da Expo-Ubiratã, quando Vilmar Rossetto (Pipa), era presidente da Comissão Organizadora, havia mais cobrança por parte da população e pelos vereadores de Nova Ubiratã, inclusive com afirmação de alguns parlamentares quando na exigência das prestações de contas porque segundo eles se trata de dinheiro público e a sociedade deve ter conhecimento.

Infelizmente nos dias atuais, oque se vê é um total descaso.  A atual administração faz de conta que nada aconteceu, até parece que nem foi realizado a edição deste ano da Expo-Ubiratã, e muito menos investimentos de dinheiro publico no evento, a população nem imagina quais foram os valores investido em Rodeio, Shows e mídias etc. Muitas coisas estranhas estão acontecendo na Cidade, inclusive aqueles que cobravam total transparência hoje acobertam tal situação.

Na 6ª edição em 2012 a Diretoria da Acrinova forneceu todos os documentos inclusive um saldo de aproximadamente 16 mil reais em caixa.

Mesmo com o poder publico repassando alguns valores apenas da 4º exposição em diante, o que se sabe que em 2010 a Prefeitura repassou para a Acrinova menos de 30 mil reais, em 2011 foram 50 mil reais e em 2012 foram 100 mil reais. Recursos que foram devidamente prestados contas para a Câmara de Vereadores e para Prefeitura Municipal e para a sociedade, não só desses valores como também de toda a movimentação das Exposições (RECEITA E DESPESAS).

Ou seja, tudo o que foi arrecadado em patrocínios, porteiras, standers, bilheterias, vendas de cartelas etc. o que de forma clara era feita com todas as despesas realizadas.

Já em 2013 este repasse aumentou para 200 mil reais, ou seja, mais do que foi repassado nas 3 ultimas exposições.

A prestação de contas em 2013 dos 200 mil repassados pelo Município a Acrinova foram prestados contas, inclusive na Câmara Municipal. Porém a demais movimentação da Expo Ubiratã ate o presente momento o que se houve e que teve um prejuízo e que o então Presidente assumiu para receber depois.

O fato e que a sociedade não sabe de nada e se realmente este prejuízo existiu, já que em nenhuma Exposição Anterior isso aconteceu. Sempre teve lucro e a prova pode ser confirmada com a estrutura do parque de exposição e com as prestações de contas que foram apresentadas.

Outro fator interessante, em 2013 foi à contratação da Federação para organizar a festa.

O parque de exposição foi praticamente terceirizado para federação a qual levou embora mais de MEIO MILHÃO DE REAIS, deixando um rastro de crise espalhado pelo Município.

Toda a exploração comercial dentro do parque de exposições foram terceirizadas para Federação onde pessoas da Cidade que queriam se instalar e montar barracas o preço era um absurdo tornando inviável aos demais, lembrando que a empresa detentora já tinha barraca em todos os ramos e gostos inflacionando os preços, chegando a se pagar em uma garrafa de água ou uma latinha de cerveja 5 reais.

Em 2014, a decadência, o publico não chegou à metade dos anos anteriores, a venda de cartelas caiu pela metade, e ainda ha suspeitas de fraudes no bingo, já que não se sabe realmente quantas cartelas foram vendidas e quantas foram doadas, pois coincidentemente duas motos saíram no mesmo lugar.

A federação apareceu de novo e levou embora mais uma vez o dinheiro que poderia girar no Município.

O repasse por sua vez diminuiu para 150 mil já que as criticas feitas atingiu alguns vereadores os quais decidiram diminuir o valor.

No entanto ate o presente momento nada tem se feito para mostras “AS CLARAS” as arrecadações e os verdadeiros gastos da Expo-Ubiratã.

Por incrível que pareça se depender da atual administração transparecer, será quase que impossível já que a mesma vive turbulências com gastos sem os devidos comprovantes e denuncias arrolando pelo Ministério Publico.

Pena que isso vai fazer com que a maior festa do Município possa  acabar.

Fonte: Hueliton Mendes/Rádio Tangará

 

 

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?