Você está lendo:
Fundo Regional deve possibilitar três grandes obras na região de Tangará da Serra:

Fundo Regional deve possibilitar três grandes obras na região de Tangará da Serra:

O novo Fethab deve ser responsável por quase a totalidade das obras de pavimentação.

índice

O vice-governador Carlos Fávaro recebeu na tarde desta quarta-feira (27) representantes de Associações Rurais da região de Tangará da Serra para tratar da pavimentação das rodovias mais importantes da localidade. Na ocasião, a MT-339, MT-358 e MT-240 foram elencadas como prioritárias e a pavimentação deve ser realizada com recurso do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) Regional, afirmou Fávaro.

O novo Fethab deve ser responsável por quase a totalidade das obras de pavimentação a partir de agora, conta o vice-governador. “O Fethab não é nada mais nada menos do que já tínhamos no estado por meio dos Consórcios Regionais. Essas obras deverão ser pagas com 50% do Fethab, e 50% pelos produtores que serão beneficiados por meio do Fethab Regional. Uma forma mais igualitária, pois localidades que dificilmente receberiam pavimentação podem ser contempladas”, explica.

Entre as demandas apresentadas, o primeiro compromisso do Governo do Estado, segundo o vice-governador, é a renovação do convênio 040/2014, que prevê o asfaltamento da MT-339. A rodovia liga a MT- 358, no município de Tangará da Serra, até a comunidade panorama no município de Rio Branco, é essencial o escoamento da produção pelo Porto Fluvial de Cáceres. “A MT 339 tem um aspecto social muito forte, passa dentro do maior assentamento de Mato Grosso, tem a interligação com a região sudoeste que é um eixo estruturante. Obras como esta mudam a cara da região e melhoram a vida da população, afirmou Fávaro”.

Segundo o secretario adjunto de Obras da secretaria de Infraestrutura (Sinfra), Marcos Catalano Corrêa, o primeiro passo será renovar o convênio, revisar o projeto de engenharia, e aguardar a parte orçamentária para iniciar as obras da MT-339. “Para esta obra, serão disponibilizados por emenda parlamentar dos deputados R$ 4.6 milhões, e outros R$ 5 milhões serão investidos pelo caixa do governo para dar inicio às obras”, ressalta o secretario sobre a benfeitoria que deve custar ao todo mais de R$ 120 milhões.

Os deputados estaduais que destinarão emendas parlamentares para esta obra são Mauro Savi, Wagner Ramos; Saturnino Masson; Wancley Carvalho e Leonardo, somando R$ 5 milhões ao todo, sendo R$ 3.8 milhões para a obra da MT 339, e R$ 400 mil para a elaboração do projeto da MT-240.  O projeto da  MT-358 orçado em R$ 800 mil será financiado por emenda dos deputados Wagner Ramos; Saturnino Masson; e do presidente da Assembleia, Guilherme Maluf.

O asfaltamento do trecho da MT-358, que faz a interseção com a BR-364, até o entroncamento com a MT-175 (entrada para Reserva do Cabaçal), e da MT-240, que liga o município de Santo Afonso a Alto da Serra de Tapirapuã, na MT-358, e a Tangará da Serra, estão condicionados à formulação do projeto executivo.

Participaram da ocasião os deputados Guilherme Maluf, Wagner Ramos; Ondanir Borlolini; além de representantes do Sindicato Rural de Tangará da Serra; Núcleo da Aprosoja de Tangará da Serra; Associação do Rio Verde – MT 358; Associação dos Beneficiários da Rodovia MT 240; Associação de Produtores da Rodovia MT 480; e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tangará da Serra.