Você está lendo:
Gabriel Santos fatura torneio de abertura do circuito de tênis

Gabriel Santos fatura torneio de abertura do circuito de tênis

Cuiabá leva três medalhas de ouro, Primavera do Leste duas e Campo Verde uma

A 1ª edição do Torneio Copa Monte Líbano de Tênis, ocorrida no último fim de semana, de 26 a 28 de fevereiro, nas categorias adulto e infanto/juvenil, no Clube Monte Líbano, em Cuiabá, teve como campeão da principal, a 1ª Classe adulta, Gabriel Santos. Um garoto com recém formados 18 anos. E que para subir ao topo do pódio venceu o campeão estadual do ano passado, Walter Storck Jr e o vice-campeão, Lucas Lima. Com o resultado ele sai na liderança do ranking estadual.

Gabriel Santos morou os últimos três anos em Itajaí (SC), onde foi treinar tênis no renomado Itamirim Clube de Campo, um centro de excelência da modalidade. E retornou para a capital mato-grossense neste ano. Para se capacitar na língua inglesa como preparação para assumir, no próximo ano, uma bolsa de estudos universitária conquistada pelo esporte na terra do Tio Sam (EUA). Segundo ele, neste ano, disputará os circuitos estadual, nacional e o internacional.

“Enviei vídeos para treinadores de várias universidades dos Estados Unidos. Filmagens que mostram meu desempenho dentro de quadra. E já recebi duas respostas positivas. Então voltei para Cuiabá para ficar com a família e me organizar para ir morar lá. E antes de ir vou participar de vários torneios, inclusive o estadual, para ganhar ritmo de jogo. Treino por cerca de quatro horas todos os dias. E por causa disso espero obter bons resultados”, comentou o tenista.

No ouro conquistado nessa primeira fase do circuito estadual, Gabriel encarou e venceu quatro adversários. Derrotou Márcio Bessane (de 29 anos – de Pontes e Lacerda) com placar parcial de 6/0 e 6/1. Depois ganhou de Walter Storck Jr (33 anos – Cuiabá) por 6/4 e 6/1. Seguido por uma desistência do oponente Bryan Kuntz (13 anos – Campo Verde) na semifinal. E a consagrada vitória na final contra o Lucas Gallego Lima (30 anos – Cuiabá) por 6/2 e 6/3.
“Os placares não refletem as performances dos jogos. Foram partidas muito duras. Vencidas em detalhes técnicos. Na final peguei um opositor que, assim como eu, é canhoto. E que possui um forehand pesado. Uma bola no fundo precisa. Mas neutralizei esse braço forte dele ao direcionar a bola para o backhand. E também consegui quebrar algumas vezes o saque dele”, disse Gabriel.

2ª Classe
Igor Gabriel Lima (de 16 anos – de Primavera do Leste) foi o campeão adulto da 2ª Classe com placar parcial de 6/2 e 6/2 contra Tiago Castro (29 anos – de Sinop). Ele teve três outras vitórias antes da final. Começou a campanha vencendo Giovanni Duarte (10 anos – Cuiabá) por 6/1 e 6/0. Na sequência ganhou do próprio irmão Alef Lima (18 anos – Primavera do Leste) por 6/4 e 6/4. E faturou a semifinal contra Artur Petterson (13 anos – Tangará da Serra) por 6/2 e 6/2.

“A estratégia da final foi de deslocar o oponente. Consegui tirar ele do meio do fundo da quadra, que é a zona de conforto. Eu jogava a bola no fundo num lado e depois invertia para o outro. E com isso forçava ele ao erro. E isso fazia ele deixar a bola sobrar alta e leve para mim. Daí eu matava em cima da rede. O meu saque e o approach foram os pontos fortes que contribuíram para essa vitória”, avalia Igor Lima.

1ª Classe acima de 34 anos
A final foi um duelo entre o atual campeão estadual da categoria, Teófilo Barros Jr e o 4º lugar do ranking do ano passado, Pedro Nunes. E Teófilo (38 anos – Cuiabá) venceu Pedro (39 anos – Primavera do Leste) por 7/6 e 7/6. Teófilo iniciou o torneio com uma vitória vinda de uma desistência do adversário Jean Paquer (35 anos – Cuiabá). E na semifinal ganhou com dificuldade de Lindebergue Joaquim (47 anos – Várzea Grande) com parciais de 6/4, 4/6 e 10/7.

3ª Classe
Marcos Santos (de 15 anos – Primavera do Leste) faturou a categoria numa final contra Felipe Santos (35 anos – Cuiabá) por 6/3 e 6/3. Na 1ª rodada do torneio venceu André Aprioli (41 anos – Cuiabá) por 6/4 e 6/3. Nas oitavas atropelou Joilson Borges (36 anos – Cuiabá) por parciais de 6/1 e 6/2. Nas quartas teve vitória contra Cícero Molin (41 anos – Cuiabá) por 6/4 e 6/2. E na semifinal derrotou João Muller (12 anos – Cuiabá) por 6/1 e 6/3.

4ª Classe
Anderson Rampim (37 anos – Cuiabá) levou a taça ao vencer a final contra André Jander (27 anos – Cuiabá) por 6/1 e 6/1. Ele começou com vitória sobre Evandro Merizio (32 anos – Cuiabá) por 6/2 e 6/1. E depois venceu na semifinal João Leite (31 anos – Cuiabá) por 6/0 e 6/1.

Infanto/Juvenil
Bryan Kuntz (13 anos – Campo Verde) foi o campeão da categoria de 14 anos. Ele venceu a final contra Mateus Addor (14 anos – Cuiabá) por 6/1 e 6/2. A campanha teve início com vitória sobre Rafael Lorenzetti (12 anos – Tangará da Serra) por 6/2 e 6/1. E na semifinal ganhou de João Lucas Leite (13 anos – Cuiabá) por 6/3 e 6/2. O Bryan ficou em 4º lugar no ranking estadual de 2015 na 2ª Classe adulta. E, neste ano, ele compete na 14 infanto e subiu para a 1ª Classe adulta.

“No adulto a bola vem com mais força e maior velocidade. Mas me adapto melhor nisso. Então tenho maior facilidade em jogar na categoria adulta. Pois quando o nível de dificuldade é maior, melhor é meu desempenho. Nessa final da 14 anos o saque que fez a diferença. Está entrando bem o primeiro saque. E tenho feito pouca dupla falta. Enfim, o plano deste ano é vencer na 14 anos e estar entre os oito melhores do estado na 1ª Classe adulta”, planeja Bryan Kuntz.

Sacando para Vencer
Os campeões da 2ª Classe adulta, Igor Lima (16 anos) e da 3ª Classe adulta, Marcos Santos (15 anos) ambos fazem parte de um projeto social em Primavera do Leste, chamado “Sacando para Vencer”. Onde eles praticam tênis gratuitamente desde crianças. E o idealizador e treinador é o Pedro Nunes, que foi o vice-campeão da 1ª Classe acima de 34 anos dessa 1ª Copa Monte Líbano de Tênis. Competição oficial da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT).

2 3 4

Junior Martins / FMTT