Você está lendo:
Gasolina teve maior aumento de vendas no Estado
0

Gasolina teve maior aumento de vendas no Estado

by newsmtsetembro 15, 2014
Em Mato Grosso as vendas de gasolina, óleo diesel e etanol hidratado totalizaram 2,220 milhões entre janeiro a julho deste ano. Comparado com o mesmo período do ano passado, a demanda pelos três combustíveis aumentou 3,62% no Estado.

O levantamento mensal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) indica que a gasolina foi o combustível com maior incremento nas vendas nos 7 primeiros meses deste ano, no Estado. A alta sobre igual intervalo de 2013 foi de 14,75%, com 378,450 milhões de litros comercializados neste ano. Já o consumo do etanol hidratado totalizou 272,624 milhões de litros até o sétimo mês deste ano, num incremento de apenas 1,25% sobre os 269,251 milhões de litros consumidos no último ano.

O destaque continua sendo o consumo de óleo diesel, que atingiu 1,569 milhão de litros, de janeiro a julho deste ano. Em comparação com o mesmo período do ano passado, as vendas do combustível fóssil aumentaram 1,67%. A manutenção do consumo do diesel é justificada pela necessidade de abastecer caminhões e máquinas agrícolas, num Estado que possui grande extensão territorial e a maior produção de grãos do país.

Apesar dos indicadores apurados pela ANP indicarem incremento nas vendas do óleo diesel, gasolina e etanol, no posto administrado pelo gerente Hugo Arrima, em Cuiabá, a demanda está menor este ano e recuou mais fortemente em julho, depois do término da Copa do Mundo.

“Acho que as pessoas estão direcionando os gastos mais para outros produtos e, além disso, tem muitos postos vendendo o combustível muito barato e isso afeta o mercado”.

Preços

Na sexta-feira (12), alguns postos de combustíveis de Cuiabá alteraram os preços do etanol em até R$ 0,30 o litro. A mudança surpreendeu os consumidores, como é o caso do taxista Wesley Nunes Gonçalves, 38. “Eu só abasteço com etanol, todos os dias”, relata ele.

“Fui ao posto onde costumo abastecer na quinta-feira (11) e paguei R$ 1,67 o litro. No dia seguinte, já estava em R$ 1,97 o litro”. O gerente Hugo Arrima relata que na última compra realizada nesta semana, pagou cerca de R$ 0,20 a mais pelo litro do etanol. Entre as distribuidoras, algumas confirmam ter adquirido o biocombustível mais caro das usinas na última semana e outras afirmam que o preço segue estável.

“Nesta semana, o preço do etanol está igual ao da semana passada, mas a partir de agora é normal haver essas oscilações, por causa da aproximação da entressafra”, disse um funcionário de uma distribuidora em Cuiabá, que não quis se identificar.

O acompanhamento semanal da Cepea/Esalq confirma que o preço médio do etanol nas indústrias de Mato Grosso permaneceu estável entre 04 de agosto e 05 de setembro, quando oscilou de R$ 1,39/litro a R$ 1,41/litro. No varejo, a ANP aponta queda nos preços do produto no mesmo período.

Entre 10 de agosto a 06 de setembro, o litro do etanol passou da média de R$ 1,90 para R$ 1,83.

SILVANA BAZANI 
DA GAZETA DIGITAL
About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?