Você está lendo:
Grêmio dispara contra arbitragem e vê campeonato 'manchado' por erros
0

Grêmio dispara contra arbitragem e vê campeonato 'manchado' por erros

by newsmtsetembro 14, 2015

Vice-presidente jurírico e o presidente do clube reclamam dos critérios no Brasileirão depois da derrota por 2 a 1 para o São Paulo na Arena, neste domingo

Irritado com a arbitragem de Sandro Meira Ricci, neste domingo, após a derrota para o São Paulo,  Grêmio disparou contra a “incompetência” da arbitragem no futebol brasileiro. Assim que o árbitro Sandro Meira Richo deu o apito final, o o vice-presidente jurídico do clube gaúcho, Nestor Hein, bradou ainda na beira do gramado (assista à reclamação no vídeo acima).

Na partida deste domingo, Hein avalia que o árbitro deixou de anotar uma penalidade em cima de Fernandinho e não respeitou a distância da barreira na falta cobrada por Douglas que originou o primeiro gol do São Paulo.

– Qual o clube que se beneficiou mais?  Está dito na imprensa. Dizem que os erros de arbitragem protegeram o Corinthians.  A opinião do Grêmio é essa. Por incompetências de arbitragem, não é roubo ou cavação, é incompetência. Por sorte, a incompetência vai sempre para o mesmo lado. Peço democracia, que errem para os outros também – disparou. – Acabou acontecendo um pênalti claríssimo em favor do Grêmio que não foi apitado. Não pode acontecer só com a gente.

Hein também citou os jogos no horário das 11h. e afirmou que o campeonato está “manchado” pelos erros da arbitragem.

– No ranking dos erros, quem está se beneficiando é quem está na ponta da tabela. E quando joga as 11h, joga contra um time que está na rabeira da tabela. Os erros não são democráticos. São em prol dos mesmos clubes. É óbvio que é um campeonato que está manchado. O São Paulo é um grande clube que não precisa disso para ganhar. Não há democracia na incompetência. Por acaso, por sorte, acaba beneficiado as mesmas equipes – bradou.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., definiu como “nefasta” a influência dos erros de arbitragem nos resultados das partidas deste Brasileirão. Ele defendeu mudanças dentro da CBF e também a profissionalização dos representantes do apito. Afirmou que a proposta de utilização da arbitragem “digital” daria uma resposta “mais justa” aos resultados finais dos confrontos.

– A mudança passa pela avaliação da CBF no seu conjunto, que neste momento é desastrosa, antes que vire caso de polícia, como ocorreu em 2005. Vejo um campeonato bastante descomprometido em termos de critérios. Está claro que há uma falta de condução, de qualificação deles (árbitros) para minimamente interpretar os lances – disparou Romildo.

Fonte: Do Globo esporte

About The Author
newsmt