Você está lendo:
Instituto Gerir assume a partir desta sexta a gestão do Hospital Regional de Sinop

Instituto Gerir assume a partir desta sexta a gestão do Hospital Regional de Sinop

A partir desta sexta-feira, 1º de dezembro, o Instituto Gerir assume a gestão do Hospital Regional de Sinop em substituição à Fundação de Saúde Comunitária de Sinop, que decidiu deixar a administração da unidade. O contrato, em caráter emergencial, terá duração de seis meses e, nesse período, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai redefinir o perfil assistencial do hospital.

Neste período de seis meses, será repassado mensalmente à Gerir R$ 3,084 milhões para o custeio das despesas do hospital, o mesmo valor que era mantido em contrato com a fundação. Dentro de 90 dias será realizado um chamamento público para a contratação da Organização Social de Saúde que assinará um contrato de gestão para administrar a unidade por um período de cinco anos.

Nos próximos 30 dias será mantido o número de leitos, priorizando os atendimentos de emergência e urgência e também serão reabertos os cinco leitos de UTI adulto. Atualmente, o hospital possui 111 leitos, dos quais 56 estavam fechados e a reabertura será feita de forma escalonada.

A SES informa, ainda, que em 15 dias haverá um processo seletivo simplificado que incluirá a participação dos atuais funcionários.

Experiência

Em Mato Grosso, o Instituto Gerir já vem administrando o Hospital Regional de Rondonópolis desde o dia 1º de outubro, em substituição à Sociedade Beneficente São Camilo. O contrato assinado, de forma emergencial, também tem duração de seis meses, período no qual haverá um chamamento público.

O Gerir tem sede em Goiânia (GO) e possui vasta experiência na administração hospitalar com atuação em cinco estados. Em Goiás, a organização gerencia o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) e o Hospital de Urgência de Trindade (Hutrin); na Paraíba, o Hospital Geral de Taperoá (HGT); no Maranhão, o Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM) e Hospital Macrorregional de Imperatriz (HMI); em Mato Grosso do Sul, o Hospital Regional Dr. José de Simone Netto (HR); e mais cinco hospitais no Estado de São Paulo.