Você está lendo:
Janot faz 83 pedidos para investigar políticos em delação de Odebrecht

Janot faz 83 pedidos para investigar políticos em delação de Odebrecht

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou nesta terça-feira (14) ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de investigação contra políticos citados nas delações de 77 executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht.
Os nomes dos citados ainda não foram divulgados oficialmente, pois os pedidos feitos Suprema Corte estão sob sigilo de justiça.
Agora, caberá ao relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, decidir se autoriza abertura de inquéritos e as diligências solicitadas por Janot. Também cabe Fachin decidir se retira, ou não, o sigilo do conteúdo das delações.
As delações da Odebrecht foram homo  Blogadas em janeiro pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, após a morte do relator, Teori Zavascki, em um acidente aéreo. Ao todo, foram colhidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) 950 depoimentos de 77 delatores ligados à empreiteira.