Você está lendo:
Jornalista é impedido de apresentar programa após divulgar investigação da prefeitura
0

Jornalista é impedido de apresentar programa após divulgar investigação da prefeitura

by newsmtjunho 17, 2015

Após divulgar a sociedade, o teor da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Câmara Municipal de Terra Nova do Norte, o jornalista e radialista Jediel Lemes, teve o direito de exercer a função, cerceado pelo poder executivo.

Na última sexta-feira, o jornalista convidou o vereador que preside a CPI, Max Alei Goulart (PDT), para explicar a motivação da investigação. Após o programa recebeu um telefonema do diretor da rádio, dizendo que estaria proibido de apresentar.

“Eu fui informado pelo diretor da rádio comunitária de Terra Nova do Norte, de dentro do gabinete do prefeito, que eu não podia fazer o programa, porque simplesmente nós trouxemos para o programa o vereador que está à frente de uma CPI contra a prefeitura municipal”, relatou o jornalista.

Segundo Jediel, a investigação apura a suposta denúncia de que o prefeito Milton Toniazzo (DEM) não recolheu a previdência dos servidores, nem pagou a patronal. “Não sei se ele já recolheu, mas não importa a CPI já foi instaurada e o dano já foi causado”, disse ao Nortão Notícias.

O radialista relata ainda que nesta segunda-feira (15) foi à rádio, pela manhã, apresentar o programa e encontrou a porta trancada. A chave que ele tinha não abria mais, pois o miolo foi trocado ainda no sábado, quando Leme não tinha expediente.

“Uma rádio comunitária que é do povo impede o único jornalista da cidade de exercer sua função [..] esse é o clima que impera em Terra Nova do Norte. O jornalista não pode informar à sociedade. Estamos sob  domínio da ‘lei da mordaça’”, disse indignado

Lemes contou ainda que o programa permanece suspenso e entrará com um mandado de segurança, para retornar ao ar.

Fonte: Nortão Noticias

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?