Você está lendo:
Menores infratores se rebelam e queimam colchões no Pomeri

Menores infratores se rebelam e queimam colchões no Pomeri

Agentes do SOE foram chamados e acalmaram a situação com o uso de balas de borracha

Adolescentes infratores do Complexo do Pomeri se rebelaram no início da noite de sexta-feira (17) e causaram um clima de tensão com os funcionários do local, sendo necessária a intervenção de agentes prisionais da Seção de Operações Especiais (SOE) para acalmar a situação.

Conforme um dos agentes, o motim teve início por volta das 19h30 e teria envolvido ao menos 15 infratores internados, que começaram a queimar colchões e bater objetos na grade.

A confusão teria ocorrido do lado direito da Ala 3 e do lado esquerdo da ala 6, que ficaram tomadas pela fumaça. Quando os funcionários entraram no local, os menores teriam passado a ameaçá-los de agressão, caso tentassem entrar nas celas para apagar o princípio de incêndio causado pelos colchões incendiados.

A situação apenas se acalmou após a chegada dos agentes da SOE, que invadiram o local atirando com balas de borracha para o alto, como forma de advertência, sem atingir os menores.

Os agentes não informaram quantos colchões foram queimados, mas afirmaram que precisaram transferir os menores de cela para fazer uma limpeza geral.

“A situação terminou tranquila e não houveram feridos”, disse um dos agentes.

Fonte: Do Mídia News

Tem algo a dizer sobre essa matéria?