Você está lendo:
Ministério quer reduzir casos de Tuberculose no Brasil

Ministério quer reduzir casos de Tuberculose no Brasil

Tosse por mais de três semanas, cansaço frequente, falta de apetite e emagrecimento em excesso podem ser sintomas de Tuberculose, uma doença que afeta 32 em cada 100 mil pessoas no Brasil. A extinção da doença é um dos objetivos estipulados pelo Ministério da Saúde, que produziu campanhas publicitárias que ressaltam a importância do diagnóstico precoce.

As metas dos Objetivos do Milênio relacionadas à Tuberculose foram atingidas pelo Brasil com três anos de antecedência. Mas o Brasil pretende abaixar os casos para 10 a cada 100 mil habitantes, conforme explica Ricardo Barros, ministro da Saúde.

Ricardo Barros, ministro da Saúde.

“O Brasil responde sozinho por 36% dos casos de Tuberculose das Américas. Nosso compromisso até 2035 é reduzir em 70% a incidência de Tuberculose. Por isso, é importante identificar a doença e iniciar o tratamento o mais rápido possível. É um bom tratamento que o SUS oferece. E certamente, com isso, daremos mais qualidade de vida, mais conforto e mais saúde aos brasileiros.”

O diagnóstico e a continuidade do tratamento são essenciais para a cura dos pacientes. Quando comprovada a Tuberculose, os remédios devem ser tomados durante seis meses e, em menos de 15 dias, a possibilidade de transmissão a outras pessoas já é eliminada. A coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Denise Arakaki, explica que toda a população deve ficar atenta no combate à doença.

Denise Arakaki, coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose.

“Todos nós estamos sujeitos a ter tuberculose, porque todos nós respiramos. Alguns grupos e algumas situações colocam as pessoas em maior risco a ter tuberculose, adquirir e desenvolver a tuberculose. Quais são essas situações? Ambientes aglomerados com pouca ventilação, com pouca radiação solar, com número excessivo de pessoas compartilhando o mesmo espaço. Esses ambientes podem propiciar a disseminação dos bacilos e a contaminação dessas pessoas.”

Foram registrados cerca de 66 mil novos casos de Tuberculose em todo o Brasil, durante o ano de 2016. As mortes pela doença diminuíram 15% entre os anos de 2006 e 2015. Nos números de 2016, os estados do Rio de Janeiro, Pernambuco, Amazonas e Pará apresentaram os maiores índices de morte por Tuberculose. Mais informações sobre o combate à Tuberculose podem ser encontradas no site: saude.gov.br.

Leia mais:

Estimulem familiares ou amigos com suspeita de tuberculose a buscarem tratamento, pede ministro da Saúde.

O Brasil é responsável por um terço dos casos de tuberculose registrados nas Américas, segundo dados do Ministério da Saúde. Por isso, o governo brasileiro assumiu compromisso com a Organização Mundial da Saúde, a OMS, para reduzir a incidência da tuberculose na população.
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, faz um apelo a todas as famílias que, ao menor sinal da doença apresentado em algum parente ou amigo próximo, que estimulem a procura rápida por tratamento.
Ricardo Barros, ministro da Saúde.
“Meus amigos, o Brasil responde sozinho por 36% dos casos de tuberculose resultados das Américas. Nosso compromisso até 2035 é de reduzir em 70% a incidência de tuberculose. O tratamento é gratuito pelo SUS e dura no mínimo seis meses. Por isso, é importante identificar a doença e iniciar o tratamento o mais rápido possível. Então, fazemos aqui um apelo aos familiares, aos amigos das pessoas portadores de tuberculose, que estimulem essas pessoas a buscar o tratamento. É um bom tratamento que o SUS oferece e, certamente, com isso, além de atingir os as nossas metas dos nossos compromissos com a Organização Mundial de Saúde, teremos mais qualidade de vida mais conforto e mais saúde os brasileiros.”
Um dos principais sintomas da tuberculose é a tosse por mais de três semanas, com ou sem catarro. Qualquer pessoa com esse sintoma deve procurar uma unidade de saúde do SUS para fazer o diagnóstico. Saiba m