Você está lendo:
MOSQUITO AEDES: 357 municípios estão em risco para dengue, zika e chikungunya

MOSQUITO AEDES: 357 municípios estão em risco para dengue, zika e chikungunya

De acordo com o Ministério da Saúde, 357 municípios brasileiros estão em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que mais de 9% das casas visitadas nessas cidades continham larvas do mosquito. Ao todo, o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti, conhecido como LIRAa, alcançou quase quatro mil cidades. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, destacou a importância de uma ação conjunta com estados e municípios para o desafio do combate ao Aedes aegypti.
Ministro da Saúde, Ricardo Barros; “A questão é local. Trata-se de mobilização social. Só se resolve o combate ao mosquito se cada um assumir a sua responsabilidade. Não há força pública capaz de eliminar todos os focos. A sociedade tem que assumir a responsabilidade e fazer o seu trabalho. Nós estamos convocando a população para cuidar da eliminação dos focos. Para incorporar a sexta-feira sem mosquito. Toda sexta-feira, aos sair da sala de aula, ao sair do trabalho, as pessoas sejam motivadas a chegarem em casa e eliminarem os focos do mosquito”.
O enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti é prioridade do Governo Federal. Mas é importante que você também fique atento aos possíveis focos de Aedes aegypti. E elimine qualquer depósito de água que possa se transforma num criadouro do mosquito. Ajude os seus vizinhos nessa luta.