Você está lendo:
NA TORCIDA: Prefeito nega mágoa e diz que Taques pode ser "revolucionário"
0

NA TORCIDA: Prefeito nega mágoa e diz que Taques pode ser "revolucionário"

by newsmtagosto 31, 2015

Otaviano Pivetta revela que governador fala que deixaria o PDT desde o início do mandato

O prefeito de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), Otaviano Pivetta (PDT), afirmou que o governador Pedro Taques – recém-filiado ao PSDB – já falava em deixar o PDT desde o primeiro dia de seu mandato, embora tenha oficializado sua saída somente no dia 10 de agosto.

Um dos artífices do lançamento da candidatura de Taques ao Palácio Paiaguás, Pivetta não participou da reunião da executiva regional do PDT, no dia 14, quando o governador explicou a alguns membros as razões de sua saída do partido.

“Ele não precisa explicar nada, estava tudo entendido. Ele falava que iria sair do PDT desde o primeiro dia do mandato”, afirmou o prefeito.

“Não me sinto traído. Desejo que ele faça um governo revolucionário. Estou torcendo e ajudando para isso acontecer. Mas, no aspecto da política não vamos falar. Estamos separados”

Apesar de dizer que não se sente “magoado” com a saída de Taques do partido, Pivetta disse que já não partilhava das mesmas ideias de seu aliado político, desde o final de outubro do ano passado, Muito embora, ele tenha coordenado a equipe de transição do então governador eleito, no fim de 2014.

“Não ficou nenhuma mágoa com a saída, apenas partilhamos dos mesmos ideais até o final de outubro do ano passado”, disse.

Pivetta também afirmou que, independentemente da nova escolha partidária, deseja que Taques faça um bom Governo em Mato Grosso.

“Não me sinto traído. Desejo que ele faça um governo revolucionário. Estou torcendo e ajudando pra isso acontecer. Mas, no aspecto da política, não vamos falar. Estamos separados”, afirmou.

“Quem sabe, daqui a alguns anos, ele possa ser um bom exemplo para as novas gerações de políticos. Afinal, ele sempre foi bom no que se propôs: procurador, senador… Vamos agora ver como governador”, completou.

PDT: “trincheira segura”

Na avaliação do prefeito Otaviano Pivetta, o governador Pedro Taques não usou o PDT para se eleger.

Pelo contrário, segundo Pivetta, na eleição passada, Taques seria eleito, independentemente do partido ao qual estivesse filiado.

“Acho que ele se elegeria em qualquer partido, era o momento dele. Mas, o PDT foi uma trincheira segura para ele, e ele sabe disso”, disse.

Fonte: Do Mídia News
About The Author
newsmt