Você está lendo:
NOVA UBIRATÃ, INDÍCIOS DE DESVIO DE SALÁRIOS DE TRABALHADORES INDÍGENAS
0

NOVA UBIRATÃ, INDÍCIOS DE DESVIO DE SALÁRIOS DE TRABALHADORES INDÍGENAS

by newsmtoutubro 11, 2014

Nosso artigo de hoje tem por objetivo se tornar a voz de vários trabalhadores que há muito tempo vem reclamando sobre os valores pagos a título de salário.

Além de ser a voz desta minoria desassistida, nosso artigo vem como um alerta em tom de denúncia para que as autoridades competentes passem a investigar o caso punindo se for o caso os responsáveis pelos supostos ilícitos.

O grito de socorro vem dos trabalhadores indígenas da aldeia Tupara no município de Nova Ubiratã. 

As reclamações dão conta que os salários dos trabalhadores (professores, zeladoras, enfermeiras etc…) estão vindo muito abaixo dos valores, e que isso vem ocorrendo há vários meses e somente são corrigidos se estes trabalhadores forem à sede do município, ou seja, na prefeitura reclamar.

Segundo os trabalhadores o desfalque salarial, tem mês que chega a 50%, ou seja, trabalham o mês inteiro e recebem somente a metade do salário que já é uma miséria girando em torno de R$ 600,00 líquidos ao mês e com o corte sem justificativa chegam receber R$ 300,00.

Vale informar que de acordo com que muitos dizem por ai, que todos índios ganham um salario do governo, isso, não procede. Quem ganha salario ou algum tipo de beneficio na aldeia são apenas os professores, faxineiros ou alguns enfermeiros e algumas mães que ganham bolsa família e ainda alguns pais, dizem que nas aldeias do município de nova Ubiratã, a bolsa família que vinham no inicio uma média de R$ 280 reais, hoje recebe apenas R$ 180.

Outra reclamação diz respeito à estrada que da acesso a aldeia que está em situação mais do que precária (VEJA FOTOS ABAIXO), embora o prefeito de Nova Ubiratã tenha prometido na época de campanha fazer a manutenção e resolver o problema, porem, já se passaram 2 anos e nada até o momento foi feito.

A bronca é mais do que justa, pois o atual prefeito durante campanha prometeu que além de continuar a dar à manutenção a estrada de acesso, terminaria uma pista de pouso iniciada pelo prefeito anterior que não conseguiu terminar devido ter terminado seu mandato e ficou faltando apenas a limpeza de mais ou menos quinhentos metros de pista dos 1500 metros.

Reclamam ainda a falta de compromisso do atual prefeito em dar continuidade a boa relação entre o povo indígena e o executivo municipal, pois, segundo os índios, o ex-prefeito dava toda atenção a aldeia ajudando sempre dentro do possível as reinvindicações daquela comunidade, fossem com remédios, alimentos e principalmente nas dificuldades em relação a tratamento médico que algumas vezes por necessidade são feitas fora do município e o ex-prefeito dava todo suporte.

Já o atual prefeito finge que a aldeia não existe, ou finge que seus habitantes não são humanos e não precisam da intervenção do Estado.

Além do cacique, outros polvos de outras aldeias ainda nos relatou que o mesmo desdém do executivo de Nova Ubiratã também vem ocorrendo no município de Feliz Natal e o prefeito insiste em pedir para os caciques impedir nossa entrada na aldeia para que não divulgaremos as bilrarias que vem ocorrendo com eles por parte do executivo. Mas esse é assunto para outro artigo, depois de visitarmos o local e comprovarmos se são verdadeiros os fatos. 

Em breve informaremos o que está ocorrendo por lá, nos descontos dos salários e outros… Estamos de volta percorrendo nossa região e mostrando quem sabe dar:

HONRA A QUEM TEM HONRA

Por: João B da Silva

FONTE: BLOG DO MAGUILA

 

 
Nem início as chuvas e vejam como estão as estrada que da acesso aldeia.
 
Pista de pouso iniciado pelo ex-prefeito e em dois anos o atual se quer deu inicio ao termino da pista.
About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?