Você está lendo:
Nova Ubiratã: Município tem destaque negativo no Estado
2

Nova Ubiratã: Município tem destaque negativo no Estado

by newsmtagosto 7, 2014

O Município de Nova Ubiratã-MT médio norte do Estado de mato grosso, tem tido grande destaque nas principais paginas dos meios de comunicação do estado, mas se engana você se acha que é por algum aumento no IDH ou por novas empresas que estão investindo no município gerando mais emprego e renda para a população visando o bem estar e o desenvolvimento sócio econômico e cultural da cidade. Realmente a situação é totalmente contraria.

No ano de 2013 foi destaque nos meios de comunicação devido ao Prefeito do município em questão ter sido cassado em um processo que ainda tramita no TRE-MT por fazer campanha eleitoral fora da data estipulada por lei, vale ressaltar que o mandatário já responde por outros processos no tempo em que era secretário de agricultura do mesmo município, o prefeito ganhou o direito de permanecer no cargo até que processo seja julgado. E há poucos dias o município voltou a ser destaque na imprensa estadual após a detenção de dois vereadores pelo GAECO e Ministério Publico Estadual por suspeitas de chefiar o tráfico de drogas na cidade, ambos encontram-se detidos até que se julgue o processo que ainda inclui outras 6 pessoas suspeitas de participar do suposto crime.

Mas como se já não bastasse tudo isso a população pena com o pó que toma conta das ruas de terra do município, com as quedas diárias de energia, com a falta de investimentos infra-estrutural, com a falta de lazer e desleixo do poder público. E do conhecimento da população que existem benefícios parados no governo estadual que estão liberados para o município e que ainda não são realidade na cidade por falta de contrapartida que o município tem que oferecer.

Recentemente o chefe do legislativo cobrou a administração sobre alguns contratos duvidosos que o executivo tem com uma empresa de publicidade, no ano de 2014 em 4 meses já teriam sido pagos mais 200 mil reais em publicidade, sendo que na gestão do prefeito anterior foram gastos 50 mil reais no ano inteiro. Outra cobrança seria quanto à empresa terceirizada ADESCO, contrato também duvidoso que culminou no pedido de rescisão de contrato por parte de alguns profissionais da saúde do município.

Informações dão conta de que em alguns distritos, apesar do município não oferecer  estrutura para atender com médicos todos os distritos, os enfermeiros que seriam responsáveis por fazer um pré atendimento estariam indo trabalhar na hora que bem entendem, trabalham dois dias da semana e o restante nem se quer aparecem nos PSFs deixando a população que se encontra longe da sede sem atendimento. Reclamações quanto à iluminação Pública, arruaças e tráfico de drogas são constantes.

Alguns empresários do município deixaram de prestar serviço para o executivo devido aos atrasos constantes nos pagamentos que deveriam ser feitos em dia pelo poder executivo municipal.

Hueliton Mendes/Rádio Tangará

About The Author
newsmt
2 Comentários
  • JENIFER
    agosto 7, 2014 at 1:30 pm

    Bem a questão do pó nos vivemos com esse problema muito tempo, que nenhuma das gestões solucionaram. As quedas de energia já existiam porem agora estão acontecendo com mais frequência. Mais todos esses escândalos na administração, isso sim é vergonhoso.

  • JENIFER
    agosto 7, 2014 at 1:30 pm

    Bem a questão do pó nos vivemos com esse problema muito tempo, que nenhuma das gestões solucionaram. As quedas de energia já existiam porem agora estão acontecendo com mais frequência. Mais todos esses escândalos na administração, isso sim é vergonhoso.

Tem algo a dizer sobre essa matéria?