Você está lendo:
Nova Ubiratã: Para vereadores, pavimentação da MT-140 trará desenvolvimento ao município
0

Nova Ubiratã: Para vereadores, pavimentação da MT-140 trará desenvolvimento ao município

by newsmtabril 17, 2015

Após participarem da audiência pública realizada no dia 6 de abril e Santa Rita do Trivelato com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, o presidente da Câmara de Nova Ubiratã, José Afonso Canola (PPS), e os vereadores Heder Sais Machado (DEM) e Valdomiro Furst (PMDB) mostram-se otimista com a nova perspectiva de desenvolvimento para o município, que é a pavimentação da MT-140.

Durante o evento, o Governo do Estado apresentou o projeto de execução da pavimentação da MT-140, atendendo os municípios de Planalto da Serra, Nova Brasilândia, Rosário Oeste, Santa Rita do Trivelato, Sorriso (distrito de Boa Esperança) e Nova Ubiratã. A obra tem aproximadamente 215 quilômetros de extensão.

José Afonso Canola explica que a pavimentação será executada através de um convênio com os agricultores da região. “Os produtores rurais ao longo da rodovia vão ajudar a viabilizar o asfalto. É uma obra que não beneficiará somente os produtores, mas toda a população. Isso porque a via também vai ser utilizada por todos aqueles que pretendem encurtar distâncias ao Sul do Estado e, ainda, fugir do trânsito pesado e caótico da BR-163”, afirma o presidente.Heder Machado diz que a pavimentação da rodovia permitirá o desenvolvimento do agronegócio ao longo da MT-140. “Essa obra trará um novo vigor ao agronegócio de Nova Ubiratã. Além disso, será uma nova alternativa para o escoamento da produção e de um frete mais barato. Também atenderá as necessidades socioeconômicas do distrito de Piratininga”, pondera.

Para Valdomiro Furst, a obra beneficiará Nova Ubiratã com geração de empregos, renda e qualidade de vida. “Empresas irão se instalar na região ao longo do traçado da rodovia. A população do Piratininga, por exemplo, espera essa rodovia há mais uma década. Agora, a pavimentação está saindo do papel para se tornar um sonho realizado para todos nós”, diz o vereador.Desenvolvimento e frete barato

A pavimentação da MT-140 é uma reivindicação antiga que diminuirá em até 260 quilômetros a distância para escoar a produção agrícola da região até Rondonópolis, de onde seguirá pela Ferronorte ao Porto de Santos. Depois de finalizada, a expectativa é economizar cerca de R$ 249,5 milhões por ano apenas com custo do frete.

Os dados fazem parte de um estudo técnico do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), encomendado pela Associação de Beneficiários da Rodovia MT-140 e foi entregue ao governador Pedro Taques. De acordo com o presidente da Associação dos Beneficiários da Rodovia MT-140, Norival Rico Filho, a obra deve encurtar a viagem de Rondonópolis ao Distrito de Boa Esperança do Norte em no mínimo 169 km, gerando assim uma economia de no mínimo R$ 1,06 por saca de grão colhido.Os empresários do agronegócio já fazem as contas de quanto poderão economizar. “A área de influência da nossa rodovia de aproximadamente 215 quilômetros, vindo do entroncamento da BR-242 até Planalto da Serra, é de cerca de 750 mil hectares de soja e mais 400 mil hectares de milho. A rodovia poderá trazer uma economia de R$ 500 por ano para o produtor só em frete. Isso sem falar nos benefícios indiretos da rodovia”, aponta Norival.

Fonte: Da Assessoria de Imprensa

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?