Você está lendo:
“O povo não quer baixaria”, diz senador Jaime Campos sobre briga de candidatos
0

“O povo não quer baixaria”, diz senador Jaime Campos sobre briga de candidatos

by newsmtsetembro 18, 2014

Para parlamentar, povo quer saber de propostas e não de “bate boca”

O senador Jaime Campos (DEM) criticou, nesta quarta-feira (17), a troca de acusações protagonizadas pelos candidatos ao Senado, vice-prefieRogério Salles (PSDB) e Wellington Fagundes (PR).

Apesar de declarar apoio e fazer campanha ao lado de Salles, que o substituiu na corrida eleitoral, para Campos as discussões não “levam a lugar nenhum”. 

“A população quer ver proposta, quer ver, sim, debates democráticos, nos quais os candidatos defendam suas teses, o que é melhor para Mato Grosso, quais os projetos, o que querem no Senado. Não pode ter baixaria”


“A população quer ver proposta, quer ver, sim, debates democráticos, nos quais os candidatos defendam suas teses, o que é melhor para Mato Grosso, quais os projetos, o que querem no Senado. Não pode ter baixaria”, avaliou. 

Para Campos, que deixa o cargo no final do ano, o “bate boca” reflete na classe como um todo. 

“É ruim para nós, políticos, é muito ruim para a classe como um todo”, disse. 

Críticas

Ainda que não tenha defendido a postura adotada pelos adversários ao senado ao site, Jaime Campos aproveitou ato político de Rogério Salles nesta semana para criticar Wellington Fagundes (PR). 

“Todos sabemos que o outro candidato despacha para empreiteira, enquanto de você Rogério Salles, não existe nada que possamos falar, ele tenta de forma mentirosa te colocar em um lamaçal que já está acostumado, mas a população sabe muito bem da sua honra e do seu caráter”, disse.

Anteriormente, Fagundes já havia afirmado que Campos, por sua vez, só ficava na tribuna do Senado “xingando”. 

“Todo mundo sabe que já levei mais de R$ 20 milhões de emendas para Várzea Grande. 

Eu

 levo investimentos para os municípios independentemente da política partidária. Mas eu levo só o recurso, não levo a empreiteira para fazer a obra. Não sou despachante de empreiteira, nem vou em obra pública para tratar de interesse particular não republicano”, disparou.

ISA SOUSA 

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?