Você está lendo:
“O viaduto de Minas Gerais caiu; aqui, não”, afirma Bezerra
0

“O viaduto de Minas Gerais caiu; aqui, não”, afirma Bezerra

by newsmtsetembro 4, 2014

Presidente do PMDB minimiza desabamento de teto no Aeroporto Marechal Rondon

O presidente do PMDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, minimizou os problemas estruturais no Viaduto da Sefaz, interditado totalmente há duas semanas, assim como o desabamento de parte do teto da nova ala do Aeroporto Marechal Rondon, ocorrido na segunda-feira (1º). 

Sobre o viaduto, orçado em R$ 18 milhões, o “cacique” peemedebista fez uma comparação 

com

 outra obra, também feita para a Copa do Mundo, em Belo Horizonte (MG). 

“Olha, o Viaduto de Minas Gerais caiu; aqui , por exemplo, não caiu. Se for preciso, vai ter que refazer a obra aqui em Cuiabá. Fim”, disse o deputado. 

“Olha, o Viaduto de Minas Gerais caiu; aqui , por exemplo, não caiu. Se for preciso, vai ter que refazer a obra aqui em Cuiabá. Fim”


No caso do Viaduto Guararapes, de Belo Horizonte, o incidente ocorreu no dia 3 de julho. Ainda em construção, a obra localizada na Avenida Pedro I, desabou em parte. 

Dois caminhões, um ônibus e um carro foram atingidos. Duas pessoas morreram e 23 ficaram feridas.

Em relação à reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, obra de R$ 83 milhões, o deputado afirmou que a responsabilidade anterior não era nem do Governo do Estado. 

“Para começar, essa obra do aeroporto não era nem do Estado. O Governo do Silval a pegou de última hora. A União tinha esse projeto parado há mais de 10 anos e ela agora foi feita”, afirmou.

Lúdio e campanha

Carlos Bezerra também negou que a interdição do Viaduto e o desabamento de parte do teto do Aeroporto impactem, de forma negativa, a campanha de Lúdio Cabral (PT) para o Governo. 

“O Lúdio já vem falando, e eu concordo, que todo governo tem seus erros e seus acertos. Agora, também concordo com ele que não é possível se responsabilizar por nenhum governo”


“Não prejudica em nada. O Lúdio já vem falando, e 

eu

 concordo, que todo Governo tem seus erros e seus acertos. Agora, também concordo com ele que não é possível se responsabilizar por nenhum governo. Se ele não é responsável, está correto. Ainda assim, vejo o Lúdio defendendo sim o governo atual”.

Para Bezerra, apesar das críticas, o governador Silval Barbosa (PMDB) continua sendo um dos principais cabos eleitorais de Lúdio.

“Ele é importante, está sendo importante e continuará. O Lúdio, inclusive, vai ganhar com o apoio do Silval. O Silval tem liderança consolidada em várias regiões de Mato Grosso e o pessoal vai apoiar o Lúdio em peso por isso”, completou.

Leia mais sobre o assunto:

Viaduto da Sefaz fica interditado até fim do ano, diz consórcio

Teto de obra de R$ 83 milhões desaba com vento; veja as fotos

ISA SOUSA 

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?