Você está lendo:
Operação apreende 60 tartarugas provenientes de pesca predatória

Operação apreende 60 tartarugas provenientes de pesca predatória

A ação foi realizada pelos fiscais da Sema e parceiros no Parque Estadual do Araguaia

Em combate às ações ilegais dentro e no entorno do Parque Estadual do Araguaia, localizado no município de Novo Santo Antônio (929 km a leste de Cuiabá), a equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu cerca de 60 tartarugas-da-amazônia. Dois menores de idade foram encaminhados para o conselho tutelar do município.

A ação foi realizada no sábado (04.10) com apoio da gerência da unidade de conservação, Polícia Militar (PM) da cidade, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) e da ONG Aliança da Terra.

Também foram apreendidos anzóis, uma canoa, um motor e 30 boias usadas para capturar tartaruga. Conforme a gerente do parque, Lucilene Pereira, as tartarugas foram encontradas dentro de sacos. Ela explica que, apesar de desidratadas e machucadas, foi possível a soltura delas na praia do Rio Araguaia para que retornassem ao habitat natural.

Lucilene informa que os menores planejavam comercializar os animais por quilo ou inteiros na cidade de São Felix do Araguaia. “Essa prática ilegal é comum na região, mas intensificamos os trabalhos para coibir os criminosos”.

Denúncias

A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838; no site da Sema, por meio de formulário; nas unidades regionais do órgão ambiental ou ainda pelo aplicativo MT Cidadão.

Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema, via WhatsApp no (65) 99281-4144 (Ouvidoria) e (65) 99927-1431 (Coordenador de Pesca).