Você está lendo:
Polícia Civil prende homem suspeito de assassinar procuradores
0

Polícia Civil prende homem suspeito de assassinar procuradores

by Radio Tangarásetembro 14, 2016

pai-e-filho

A Polícia Judiciária Civil prendeu um homem suspeito de executar dois procuradores, um do Distrito Federal e outro do Rio de Janeiro, que deixaram de dar notícias à família desde o último domingo (11.09), no município de Vila Rica (1.259 km de Cuiabá). Os corpos foram localizados na manhã desta quarta-feira (14.09).

O suspeito José Bonfim Alves Santana é gerente da fazenda de propriedade das vítimas, o procurador aposentado do Distrito Federal Saint Clair Martins Souto e seu filho Saint Clair Martins Souto Filho, procurador do Estado do Rio de Janeiro.

O funcionário foi preso no município de Colinas do Tocantins (TO), pela Polícia Civil daquele estado, depois de solicitação de apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e a Delegacia da Polícia Civil de Vila Rica. As vítimas foram mortas por volta das 9h de sexta-feira (09) dentro da sede da fazenda.

As vítimas foram executadas com um revólver calibre 38, tendo o suspeito matado primeiro o pai. Em seguida, o acusado chamou o filho para dentro da casa, falando que o pai havia sofrido uma queda, e naquele momento matou a segunda vítima. Após a execução, o suspeito arrastou os corpos para uma região de mata próxima à fazenda.

Em interrogatório, o suspeito revelou que teria matado as vítimas e enterrado os corpos em uma região próxima à fazenda, que fica a 90 km da zona urbana de Vila Rica. Segundo o suspeito, as vítimas teriam descoberto que ele estaria desviando gado da propriedade e que estava usando os cartões dos patrões para saques.

O delegado do GCCO, Diogo Santana, na manhã desta quarta-feira (14) se deslocou para Tocantins para buscar o preso. O delegado estava com uma equipe policial em Vila Rica e está à frente das investigações junto com o delegado Gutemberg de Lucena.

A investigação conta com suporte da Secretaria de Estado de Segurança Pública e do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer).

About The Author
Radio Tangará