Você está lendo:
Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubos a joalherias:
0

Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubos a joalherias:

by Radio Tangarájulho 8, 2016

policia-prende-quadrilha-especializada-em-roubos-a-joalherias-na-regional-de-agua-boa

A Polícia Judiciária Civil de Água Boa (730 km a Leste de Cuiabá) deflagrou no final do mês de junho a operação “Olho Vivo”, ofensiva de enfrentamento à criminalidade na região. A ação resultou na prisão de nove pessoas acusadas pelas práticas criminosas de roubo, tráfico de drogas, associação criminosa, porte e posse de arma de fogo ilegal, entre outros delitos.

As investigações foram coordenadas pelo delegado regional Welber Batista Franco e envolveram todo o efetivo de delegados, escrivães e investigadores de Água Boa e região. “Alcançamos um resultado plausível com a identificação de vários sujeitos envolvidos em diversos crimes. Todos já identificados pela Polícia Civil, restando apurar a autoria, coautoria e participação dos investigados”, destaca.

O delegado ressalta o comprometimento dos policiais civis para o êxito da operação e ainda a sensibilidade de outros órgãos frente à necessidade de dar resposta à população no combate à criminalidade nas cidades circunvizinhas à Água Boa. “Agradeço ao trabalho de outros poderes que nos auxiliaram e ampararam nessa missão, como o Ministério Público e o Judiciário de Ribeirão Cascalheira”.

Dentre os presos estão Marcos da Souza Santos, 48 anos, Marli dos Santos Dias, 21 anos, Ailton Elias da Silva, 21, Adão Fernandes de Souza, 41, Luís Paulo Borges Pereira, 22, João Paulo Borges Pereira, 29, e outros três que foram presos em outras regiões do Estado dentre eles Missiel, que usava o nome falso de Leonardo, e Charlene (ambos presos em Campo Novo do Parecis) e ainda Moisés, que foi preso em Goiânia.

Foram apreendidas cinco armas de fogo (três revólveres calibre .38 e duas pistolas, uma calibre 380 e uma de 9mm), um veículo, porções de drogas e joias roubadas em um hotel de Bom Jesus do Araguaia.

“Os suspeitos são de alta periculosidade e havia a perspectiva de realização de outros roubos a estabelecimentos comerciais e bancários. Ainda estamos investigando o liame entre o roubo de Bom Jesus do Araguaia e outros da mesma espécie ocorridos em Canarana, Água Boa e outras cidades da região com foco em joalherias e comércios de alto custo”, encerra o delegado.

About The Author
Radio Tangará