Você está lendo:
PROCURADO PELA POLÍCIA FEDERAL POR ROUBO DE AERONAVES JÁ FOI PRESO NA OPERAÇÃO CURUPIRA EM 2005
0

PROCURADO PELA POLÍCIA FEDERAL POR ROUBO DE AERONAVES JÁ FOI PRESO NA OPERAÇÃO CURUPIRA EM 2005

by newsmtmaio 20, 2015
Há exatamente três anos atrás, em 2012, Daniel Tenório Cavalcante, foi preso pela Policia Federal por crime de corrupção passiva.

Investigado durante a Operação Curupira, deflagrada em 2005, ele só foi preso sete anos depois. Foragido, ele foi encontrado escondido em uma propriedade rural no município de Nova Monte Verde (968 km ao Norte de Cuiabá).

Daniel foi investigado por participação em um esquema de falsificações de Autorizações para Transportes de Produtos Florestais (ATPFs) para a prática de crimes ambientais, há quase sete anos. Na época, ele morava em Sinop e de lá comandava um esquema milionário que envolvia desde madeireiros à funcionário do alto escalão do Ibama.

Para surpresa de todos, Daniel Tenório Cavalcante, volta a figurar as páginas policiais sendo procurado pela Policia Federal novamente. Só que desta vez por roubo de aeronaves que seriam utilizadas no tráfico internacional de drogas.

Daniel é o sexto membro de uma quadrilha que está sendo procurado pela Polícia Federal no município de Sinop. Para procurar Tenório, a Polícia Federal está usando um helicóptero para intensificar as buscas e checar novas pistas.

Seria Daniel o financiador dos outros membros de uma quadrilha que roubaria um avião, sábado à noite, em Sinop. A operação dos bandidos foi frustrada pela por agentes federais, e no intenso tiroteio o agente Mario Mattos de 33 anos foi ferido e morreu após ser socorrido.

Ontem(19), uma aeronave da PF sobrevoou uma região nas proximidades do bairro Daury Riva. Outras equipes percorreram outras localidades. As buscas estão sendo mantidas desde sábado.

A Polícia Federal aponta que Daniel teria recebido cerca de R$ 180 mil pelo roubo de um avião Cessna, ocorrido no mês passado, de um aeroclube em Sinop, e que possivelmente teria sido levado para a Bolívia. Segundo o delegado federal, Samir Zugaibe, a aeronave que seria roubada sábado no aeródromo Canarinho já estaria encomendada por 90 mil dólares, aproximadamente R$ 190 mil reais.

Operação Curupira

Nove meses de investigação revelou um grande esquema de compra e venda de ATPFs para pelo menos 600 madeireiras. O MPF denunciou na época 200 pessoas por envolvimento no esquema. A quadrilha agia em 17 municípios de MT e foi responsável pelo desmatamento de 46 mil hectares causando um prejuízo estimado na época em R$ 890 milhões.

Em 2005, foram presos empresários, servidores e funcionários da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e fiscais do Ibama.

Fonte: Diário de SinopPor: Edgar Savaris

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?