Você está lendo:
PROTESTOS: 16 cidades de Mato Grosso têm ato contra presidente Dilma
0

PROTESTOS: 16 cidades de Mato Grosso têm ato contra presidente Dilma

by newsmtmarço 14, 2016

Em Tangará da Serra, cerca de 10 mil pessoas participaram do protesto

Em Mato Grosso, pelo menos 16 municípios se organizaram para realizar manifestação contra o governo Dilma Rousseff (PT) e a corrupção no país, neste domingo (13). O levantamento foi feito pelo Movimento Vem pra Rua, mas é possível que em outros municípios tenham ocorrido o ato.

Em Tangará da Serra (a 240 km de Cuiabá), por exemplo, cerca de 10 mil pessoas participaram do protesto. Conforme a organização, as expectativas foram atingidas, diante da grande massa de moradores que se mobilizou. Segundo informações da Polícia Militar, tudo aconteceu da forma pacífica, sem nenhum registro de ocorrência grave.

Em Sinop (a 505 km da Capital), aproximadamente 6 mil pessoas foram às ruas. A informação foi confirmada pelo major da Polícia Militar, Mariowillian Ribeiro. Segundo ele, o ato foi totalmente pacífico, sem nenhuma desordem. Assim como em Cuiabá, a manifestação em Sinop teve início as 16h.

Os manifestantes saíram da Praça da Bíblia, na avenida Julio Campos, e seguiram até a Praça Plínio Callegaro, onde seguiram pela avenida das Acácias. O ato foi encerrado em frente à Delegacia da Polícia Federal. A ação foi organizada por diversas entidades, dentre elas, a subseção da OAB-MT, Câmara de Dirigentes Lojistas, ACES (Associação Comercial e Empresarial de Sinop) e Sindicato Rural.

Durante o percurso, as pessoas pediram pelo fim da corrupção, manifestaram apoio as ações da Polícia Federal na Operação Lava Jato, ao juiz Sérgio Moro e também gritavam palavras de ordem, como “Fora Dilma”.

Na Capital, cerca de 32 mil manifestaram nas ruas, conforme a secretaria estadual de Segurança (Sesp), enquanto que a organização estima que 50 mil pessoas compareceram ao ato.

Nacional

Além de Mato Grosso, 25 Estados realizaram manifestações contra o governo Dilma (PT) neste domingo, sendo Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Brasília, Espírito Santo, Maranhão, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Sergipe, São Paulo, Santa Catarina e Tocantins.

(Com colaboração de Júlia Munhoz e Diário da Serra)

About The Author
newsmt