Você está lendo:
Revoltados, estudantes cobram prefeito para colocar ônibus abandonado em funcionamento
0

Revoltados, estudantes cobram prefeito para colocar ônibus abandonado em funcionamento

by newsmtagosto 20, 2014

Vários estudantes do município de Feliz Natal, que diariamente precisam se deslocar até universidades de Sinop, estão indignados com a falta de apoio e o descaso da atual administração.

Segundo eles, a prefeitura arca com uma despesa mensal de cerca de R$ 15 mil para particulares efetuarem o transporte dos alunos, enquanto um ônibus que pertence ao município se encontra abandonado há mais de três anos em uma chapeação de veículos. O ônibus teria chegado rodando ao local na ocasião.

“Isso é um desrespeito com o patrimônio público. É triste ver um ônibus como esse, com capacidade para aproximadamente quarenta pessoas estar ai abandonado há tanto tempo. Se esse veículo estivesse rodando, a prefeitura e os estudantes economizariam. É um absurdo a prefeitura gastar tudo isso [R$ 15 mil], sendo que tem um ônibus próprio que poderia ser utilizado”, desabafou um dos alunos, que não quis se identificar.

Em que pese o valor repassado pela prefeitura, cada acadêmico paga em média R$ 250 mensais pelo transporte, valor que poderia ser diminuído se o ônibus da prefeitura estivesse em condições de rodar.

“Na época da campanha prometeram até trazer uma extensão da faculdade para Feliz Natal. Disseram que iam construir nove ou dez salas, mas até agora, quase dois anos depois isso ainda não aconteceu”, relatou outro acadêmico.

Atualmente, cerca de 70 alunos deslocam-se diariamente a Sinop. Mais da metade deles poderia estar sendo transportada pelo ônibus da prefeitura. “Precisamos de um prefeito que olhe para os estudantes e realize ações mais práticas ao invés de ficar vendendo uma imagem falsa na mídia de que tudo está bem em Feliz Natal, porque sabemos que não está. Precisamos desse ônibus, pois muitos de nós estão sem condições de pagar a mensalidade do transporte e acabarão interrompendo o sonho de estudar, não podendo assim contribuir posteriormente com o nosso município”, disse outro estudante.

Procurada pela reportagem, a assessoria da prefeitura confirmou o repasse de um valor à empresa que faz o transporte, mas disse desconhecer os termos em que o acordo foi firmado. O celular do prefeito Toni Dubiella (PSD), que não estaria no município, estava desligado desde ontem (19).

Nortão Noticias

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?