Você está lendo:
Riva aguarda autorização para ir à Bolívia
0

Riva aguarda autorização para ir à Bolívia

by newsmtoutubro 20, 2014

O deputado estadual José Riva (PSD) aguarda um aval do governo federal para a ida da comitiva do legislativo, formada por ele e mais dois parlamentares, para a Bolívia. A intenção da VIAGEM é sensibilizar autoridades locais na busca dos pilotos, sequestrados há exatamente um mês no aeroporto de Pontes e Lacerda (448 quilômetros de Cuiabá), juntamente com o avião King Air, de propriedade da família do parlamentar. Ainda não há previsão de quando eles irão ao país.

Integrada pelo próprio Riva, além dos deputados estaduais Hermínio J. Barreto (PR) e Wagner Ramos (PR), a comitiva programa a VIAGEM até à capital boliviana, La Paz, para negociar com o legislativo de lá nas buscas dos pilotos Evandro Rodrigues de Abreu e Rodrigo Frais Agnelle. Informações dão conta que as vítimas se encontram no país em poder de narco-traficantes locais.

Por meio de assessoria, Riva disse que ainda corversa com o governo federal em busca de apoio à ida dos parlamentares. Embora a urgência declarada pelo deputado, ainda não há previsão da ida da comitiva ao país, devido a burocracia do recebimento do aval.

No início do mês, familiares e amigos dos pilotos se reuniram em frente ao Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, para uma manifestação e pedir agilidadeàs autoridades federais nas buscas das vítimas. Desde a data do sequestro, traficantes não entraram em contato.

Na ocasião, Riva havia declarado que informações extra-oficiais garantiam a vida dos pilotos sequestrados, e que em breve eles seriam soltos. Eles estariam ainda em cativeiro para um suposto treinamento, devido o avião roubado ser de grande porte, incomum em casos do gênero.

“O governo brasileiro está envolvido. Tem gente do Itamaraty lá, tem gente da Polícia Federal, tem gente da Força Aérea. A questão não é bem essa, a questão é que há pessoas que estão fora da polícia, ajudam até mais. Nós temos três frentes que estão trabalhando de forma diferente. Uma dessas frentes tem informações sobre os pilotos e sobre a condição deles”, inteirou ele no dia da manifestação.

Entenda o caso – Os pilotos Evandro Rodrigues de Abreu e Rodrigo Frais Agnelle foram sequestrados na manhã do dia 20 de setembro, na cidade de Pontes e Lacerda (457 quilômetros de Cuiabá), durante a campanha da ex-candidata ao governo, Janete Riva (PSD). A aeronave, uma King Air, prefixo ATY, é considerada de grande porte, incomum em casos de roubou ou sequestro.

Há suspeitas de que tanto os pilotos, quanto a aeronave, estão em posse de narcotraficantes da Bolívia. Devido a falta de sinal aeroviário entre a região fronteiriça, policiais encontraram dificuldades em meio às investigações.

Simone Ishizuka, repórter do GD

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?