Você está lendo:
Rogério Silva elogia peça orçamentária aprovada na Câmara
0

Rogério Silva elogia peça orçamentária aprovada na Câmara

by Radio Tangarádezembro 14, 2016

Rogério Silva (PMDB) disse que a Lei Orçamentária Anual (PL 146/2016), aprovada na Câmara Municipal esta semana, foi muito bem elaborada e demonstra o empenho do Governo do Município em manter os serviços prestados a população, mesmo diante do cenário econômico vivido pelo País. Isso é possível, avalia o vereador que na Câmara é líder do prefeito, graças a uma gestão que faz contenção de gastos e, ao mesmo tempo, é capaz de investir de forma eficiente.

“Na minha opinião um dos projetos mais importantes, principalmente importante para o futuro da cidade, a Lei Orçamentária Anual que será aplicada em 2017 é uma peça que demonstra a preocupação do prefeito Fábio Junqueira com todos os setores, e com a manutenção dos serviços já realizados pelo Município. Além disso, aquelas secretarias que tiveram planejamento, conseguiram avançar”, avalia o vereador Rogério Silva.

Rogério Silva elogiou ainda os servidores da Secretaria Municipal de Planejamento. Segundo ele, a Câmara acertou quando aprovou a criação de mais cargos para a pasta, nos últimos quatro anos. Os resultados, defendeu o vereador, estão sendo colhidos agora pelo Município. “É o que possibilitou um suporte melhor e o avanço. E a pasta tem feito tudo para avançar, e está avançando”, disse.

CONVÊNIOS – Ao falar sobre convênios firmados pelo Município com o Governo Federal, para a realização de programas como Banco de Alimentos, Parque Figueira e Aeroporto, o líder do prefeito lembrou que todos os programas firmados via Caixa Econômica têm sofrido pelo entrave burocrático.

“A maioria [dos programas] é administrada pela Caixa Econômica e a dificuldade que o gestor tem para avançar nestes projetos é imensa. (…) De uns anos pra cá, das diversas vias sacras até a capital do País, em busca de avançar nestes convênios, não se consegue resultado, não avança”, critica o parlamentar.

APROVAÇÃO – Na 10ª Sessão Extraordinária, os vereadores aprovaram emenda proposta pelo vereador Professor Vagner (PSDB) que reduziu de 10% para 8%, da despesa fixada, o limite máximo que o Poder Executivo está autorizado a abrir crédito suplementar por decreto, para atender a reforço de dotações insuficientes. Após a aprovação da emenda, os vereadores aprovaram o PL 146/2016 em primeiro turno e, na 13ª sessão extraordinária, em 2º turno de votação.

About The Author
Radio Tangará