Você está lendo:
Salário mínimo não será reduzido, diz ministro

Salário mínimo não será reduzido, diz ministro

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, gravou um vídeo, publicado nas redes sociais do governo, esclarecendo que o salário mínimo não será reduzido e que o valor definitivo só será divulgado em dezembro.

“Estou postando este vídeo para esclarecer falsas notícias que circulam na internet e nas redes sociais a respeito do salário mínimo. Não é verdade que o governo reduziu o salário mínimo. O que está valendo hoje, para 2017, é o salário mínimo de R$ 937, e para 2018 vale o que está na lei. Ou seja, o salário mínimo será reajustado pela inflação. Mas o valor definitivo só será conhecido em dezembro, quando nós teremos um número mais preciso sobre a inflação de 2017.”

Recentemente, o governo divulgou uma nova projeção para o salário mínimo em 2018: R$ 969, R$ 10 a menos que os R$ 979 previstos inicialmente. De acordo com o professor do Departamento de Economia da Universidade de Brasília, Vander Mendes Lucas, isso se deu por causa da queda da projeção da inflação para o ano que vem.

“Como a gente está tendo uma previsão de queda da inflação, o governo já está refazendo as suas contas. Como ele tem agora que fazer a diretriz orçamentária para 2018, então ele já está incorporando esta nova previsão de inflação, que é uma queda. Se há uma queda da inflação, consequentemente o reajuste do salário mínimo vai ser menor do que ele tinha previsto no primeiro semestre de 2017. Então o que ele está colocando é que houve um burburinho de que o governo estava reduzindo o salário mínimo, mas não é.”

O novo salário mínimo, que entrará em vigor em janeiro, é calculado em função da variação do Índice Nacional de Preço ao Consumidor, o INPC, no ano anterior e também em função do resultado do Produto Interno Bruto de dois anos antes.